Apesar das promessas de novos tempos, 2017 foi um ano difícil para a Chery. O Tiggo 2 já deveria estar entre nós, mas acabou atrasado por conta de greves na fábrica em Jacareí (SP). Assim que a greve foi resolvida, a matriz vendeu a operação brasileira para o Grupo Caoa. Apesar da nova direção, os planos do Tiggo 2 continuam de pé e ele deve chegar às lojas neste ano, com motor 1.5 de 115 cv e câmbio manual de 5 marchas.