Em alguns casos, o antigo é melhor. A Brabus pensa isso, já que pegou o Mercedes GLE com o antigo V8 6.0 no lugar do novo AMG. Não é o mais rápido, mas ainda assim, é impressionante.