Nem a Renault sabe quanto o Kwid vai vender. Dizem ter capacidade de produção de 10 mil unidades por mês. Conseguiram emplacar até mais no segundo mês nas vendas, quando vendeu 10.356 veículos – o que mexeu com o mercado. Em outubro, caiu para 3.926 e em novembro, 2.231. Fontes ligadas à marca revelam que a Renault mandou interromper o faturamento de novas unidades, após descobrir defeitos nos freios e na construção das linhas de combustível, o que levou a um recall de todas as unidades. Ainda mostra um ritmo lento e deixa a dúvida se conseguirá chegar perto das 10 mil unidades emplacadas em 2018.