Com dois modelos no segmento, a Renault esperava que o Duster mantivesse seu desempenho e o Captur pegasse novos clientes. A meta era mil unidades, subindo para duas mil com o lançamento da versão CVT. Até agora, ficaram bem longe disso. Em algumas meses, até chegaram nesta quantidade, como em outubro, quando somou 2.194 veículos emplacados. Mas foi o seu melhor resultado, pois logo caiu para 1.669. Agora em dezembro, conta 1.080 unidades.