Nem sempre uma mudança precisa ser visual. Quando falamos em esportivos, melhorias mecânicas são sempre bem-vindas, principalmente se deixar ainda mais potência e desempenho. É o caso do BMW M2 2025, que apesar de praticamente nada diferente em seu visual, ficou mais potente e rápido.

O menor modelo da BMW M tem novas cores de carroceria e nova opção de rodas, em um clássico e charmoso prata - nada como a receita básica. O mais importante é que o 3.0 biturbo, 6-cilindros, vai dos 460 para 480 cv que, no exterior, está disponível com câmbio manual de 6 marchas ou automático de 8 marchas.

2025 BMW M2
2025 BMW M2
2025 BMW M2

A BMW recalibrou o mapa do acelerador eletrônico, deixando ainda mais responsivo e direto. O toque se mantém em 56,1 kgfm com o câmbio manual, mas o automático vai aos 61,2 kgfm, aumento que deve chegar ao Brasil a partir do momento em que só temos a versão sem o pedal de embreagem. Apesar de ser um motor sobrealimentado, tem limitador a 7.200 rpm, com mesa de torque de 2.650 a 6.130 rpm e o pico de potência a 6.200 rpm. 

Com isso, o BMW M2 2025 ficou mais rápido. No 0 a 100 km/h, a melhora de 0,1 segundo é feita em 4 segundos, ou 4,2 com câmbio manual, e ficou 0,6 segundo mais rápido no 0 a 200 km/h, agora de 12,6 segundos no automático. A máxima é limitada a 250 km/h, ou 285 km/h com pacote opcional. 

Por dentro, o software do sistema multimídia foi atualizado para o iDrive 8,5, além de um novo volante de base reta e os opcionais bancos concha e detalhes em vermelhos - bancos em carbono também pode ser comprados separados do kit completo em carbono. 

Envie seu flagra! flagra@motor1.com