Depois de presenciar a primeira queda do ano em abril, o segmento de motocicletas nacional esboçou uma retomada relevante em maio. No mês de maio, foram emplacadas 133.372 unidades. Isso representou um crescimento expressivo de 23,8% na comparação com abril, quando somente 107.728 motos tinham sido emplacadas.

Focando no segmento das scooters, que continuam a ganhar relevância como alternativa prática para 3 problemas atuais (carros mais caros, combustíveis mais caros e pandemia), maio também foi um mês positivo. Entre os 10 modelos mais vendidos nessa categoria no período, apenas 2 mostraram quedas significativas em comparação com abril.

Yamaha NMax 2021
Yamaha NMax

Uma delas foi a Yamaha NMax. Apenas na sexta colocação em maio, a scooter mais vendida da marca em 2022 ainda sofre com as consequências da diminuição de ritmo de produção na fábrica da empresa em Manaus (AM). Ela contabilizou 926 unidades emplacadas em maio, ou 43,40% menos que em abril e é a primeira vez no ano que fica abaixo dos 1.000 emplacamentos.

A Dafra Cruisym 150 caiu 23,53%, de 136 para 104 unidades. Em abril, a empresa estava realizando promoções para a comercialização da scooter. A Yamaha NEO 125, scooter de entrada da empresa, teve retração de apenas 1,62%, indo de 1.176 emplacamentos em abril para 1.157 em maio.

Honda PCX 150 2022
Honda PCX 150 2022

Após crescer 15,79% em maio e emplacar 3.739 unidades, a Honda PCX segue na liderança. A scooter mais vendida do Brasil até agora amplia sua vantagem ao acumular 15.003 registros neste ano. A Honda Elite 125 foi a segunda colocada do mês, com 2.278 emplacamentos em maio. Ela já acumula 9.454 unidades no ano e está prestes a ultrapassar a atual segunda colocada do acumulado, a Yamaha NMax, que tem 9.720 unidades vendidas até agora.

Os dois principais destaques positivos do mês continuam sendo das duas maiores montadoras do Brasil. A recém-apresentada Yamaha Fluo 125 ABS chegou à terceira posição ao emplacar 1.519 unidades em maio, após crescimento de 70,48% sobre abril. A Honda ADV também está se recuperando e vendeu 1.202 unidades no mês passado com crescimento de 47,12%.

Voltz EV1 Sport na Fábrica da marca em Manaus (AM)
Voltz EV1 Sport na Fábrica da marca em Manaus (AM)

Outro dado positivo do segmento de motocicletas é o gigante aumento nas vendas de motos elétricas. De acordo com a Fenabrave, motos movidas por baterias já acumulam crescimento de quase 900% na comparação com 2021. E claro que isso se refletiu no segmento de scooters também. Ocupando novamente a oitava posição entre as scooters mais vendidas, a Voltz EV1 está representando a nova fase de eletrificação do segmento de duas rodas nesta categoria.

As scooters mais vendidas de maio de 2022

Posição Modelo Vendas em maio Vendas em Abril Variação
Acumulado em 2022
1 Honda PCX 3.739 3.229 15,79% 15.003
2 Honda Elite 125 2.278 2.271 0,31% 9.454
3 Yamaha Fluo 125 ABS 1.519 891 70,48% 2.410
4 Honda ADV 1.202 817 47,12% 5.104
5 Yamaha NEO 125 1.157 1.176 -1,62% 4.562
6 Yamaha NMax 926 1.636 -43,40% 9.720
7 Yamaha XMax 593 582 1,89% 2.829
8 Voltz EV1 349 383 -8,88% 1.878
9 Dafra Citycom 300i 154 106 45,28% 469
10 Dafra Cruisym 150 104 136 -23,53% 507

VEJA MAIS NO CANAL DO MOTOR1.COM

Yamaha apresenta a inédita Fluo 125. Nova scooter de entrada da marca chega bem equipada por R$ 13.390 (sem frete) e com 4 anos de garantia para atrair as pessoas que querem partir para uma moto.

Envie seu flagra! flagra@motor1.com