O mercado de SUVs não deixa de ter novidades, bom exemplo disso é que na semana passada foi lançado o novo Caoa Chery Tiggo 5x Pro, que ganhou uma considerável atualização visual e um novo câmbio CVT. Mas a marca sino-brasileira não vai parar por aí, pois vai ampliar a gama de versões do SUV compacto seguindo o caminho da eletrificação, ou seja, ainda neste ano chega uma inédita versão híbrida flex do Tiggo 5x Pro.

A confirmação do novo Tiggo 5x Pro veio através da própria marca. E nada mais justo que o SUV compacto ser escolhido para fazer a estreia da motorização híbrida, já que o SUV compacto foi o veículo mais vendido da Caoa Chery no Brasil em 2021, tanto que o utilitário emplacou sozinho no ano passado nada menos do que 12.555 unidades (dados Fenabrave) – o que representa pouco mais de 31% do total vendido pela marca ano passado.

Caoa Chery Tiggo 5x Pro

No Tiggo 5x Pro atualizado e lançado recentemente, o motor 1.5 turbi flex se manteve com seus 147/150 cv de potência e até 21,4 kgfm de torque. Nessa atualização, a fabricante afirma que trocou o turbo e sua válvula de controle, fora que colocou uma nova central eletrônica no motor e a válvula termostática eletrônica. O que ainda é mistério é se a motorização híbrida será inédita ou feita com base neste 1.5 turbo de injeção indireta, bem como se vai ser um híbrido comum com sistema regenerativo à exemplo do Corolla Cross ou mesmo do tipo plug-in – recarregável na tomada e com maior capacidade de rodar em modo 100% elétrico.

Novo Chery Tiggo 7 - China
Tiggo 7 chinês

Mas sem dúvidas que a aposta mais provável está na prateleira da Chery: o motor 1.5 turbo híbrido-leve do Tiggo 7 Plus MHEV comercializado na China. O conjunto é formado por 1.5 turbo a gasolina de 147 cv combinado a um motor elétrico de partida de 48V, que substitui o alternador, assim chegando a 170 cv de potência combinada. O sistema híbrido-leve não é capaz de tracionar as rodas sozinho, mas proporciona um fôlego extra para o motor 1.5 turbo que, caso seja mantido hoje, representaria 20 cv extras (o 1.5 turbo flex rende 150 cv).

Além da potência extra, essa motorização 1.5 turbo com sistema híbrido-leve de 48V resulta também em menor consumo de combustível. No caso do Tiggo 7 Plus chinês, são alcançados até 17 km/litro de consumo médio. Mais do que uma forma de ter um Tiggo 5x Pro mais potente ou econômico, a opção pela marca de eletrificar seu principal modelo no país vem das exigências do programa de emissões Proconve L7.

Envie seu flagra! flagra@motor1.com