Desenvolvido com a missão de suceder os modelos Fusion e Mondeo em mercados selecionados, o novo sedã médio-grande da Ford deve estrear em 2022 com estilo bastante inovador. Flagras já adiantaram que o modelo será enquadrado na nova identidade estética da marca e guardará semelhança direta com o crossover Evos vendido na China.

A pegada 'cross', inclusive, vem sendo apontada como o principal diferencial do modelo na comparação com o Fusion/Mondeo. Sob a camuflagem, a carroceria vem mostrando a cada novo flagra estilo imponente, dianteira elevada e porte que lembra a mudança de perfil que a Citroën fez no C5, agora com estilo crossover e nome C5 X.

Novo Ford Fusion/Mondeo - Projeção

A projeção do site Kolesa.ru evidencia justamente essa nova pegada aventureira e aponta o caminho que poderá ser seguido no modelo final. Por fora, a dianteira terá linhas agressivas com conjunto óptico dividido e ampla grade com elementos do tipo colmeia. De perfil, destaque para as maçanetas retráteis e os retrovisores apoiados nas portas. 

Por sua vez, a traseira terá formato tradicional na comparação com o Evos chinês, mas ainda assim bastante elegante no desenho das lanternas. As peças serão interligadas e prometem efeito visual bastante chamativo, especialmente à noite.

O interior não aparece nas fotos, mas deve seguir o padrão dos lançamentos mais recentes da marca. Nesse sentido, tudo aponta para um painel com quadro de instrumentos digital de 12,3 polegadas pareado com a tela do sistema de entretenimento, formando uma peça única na horizontal. No Evos chinês, o esquema mede 1,1 metro de largura e tem resolução 4K.

Novo sedã sucessor do Fusion

A motorização ainda é desconhecida. Rumores indicam que o conjunto adotado será híbrido e provavelmente emprestado de outros modelos da marca, como o Escape Hybrid. Motores tradicionais a gasolina também devem ser oferecidos em alguns mercados. O lançamento está programado para o segundo semestre de 2022, com vendas na sequência.

Envie seu flagra! flagra@motor1.com