A segunda moto mais rápida da Suzuki vendida no Brasil, perdendo apenas para a Hayabusa, acaba de ganhar novidades em nosso mercado. A J.Toledo, empresa responsável pela operação nacional da marca anunciou a chegada da GSX-R1000R atualizada e que já está disponível para compra em suas lojas.

De acordo com a empresa, a nova Suzuki GSX-R1000R se inspirou nas motos de competição da marca, especialmente as que correram no Campeonato Mundial de Endurance 2021 e na edição de 2020 da MotoGP, onde foram pilotadas pelos espanhóis Alex Rins e Joan Mir. Tais motos trouxeram a pintura da RM62, moto com motor de 50 cm³ que conquistou o primeiro campeonato mundial da marca, em 1962.

Suzuki RM62 serviu de inspiração também
GSX-R1000RZAM1_action11

A pintura da nova Suzuki GSX-R1000R 2021 mescla azul metálico e prata como na moto original da década de 1960. A J.Toledo confirmou que a esportiva com as cores especiais será oferecida por aqui como série limitada, apesar de não ter mencionado quantas unidades serão trazidas ao Brasil. O preço, porém, já é o oficial e cada uma delas sairá por R$ 116.900, sem contar as despesas de frete.

No demais, é a mesma Suzuki GSX-R1000R vendida globalmente. Ela conta com o propulsor de 4 cilindros em linha de 998,8 cm³ de capacidade. Ele é dotado de refrigeração líquida e comando variável para as válvulas de admissão. Com isso, é capaz de entregar 202 cv de potência máxima a 13.200 rpm e 12 kgfm de torque atingidos a 10.800 rpm. A transmissão é mecânica de seis velocidades e conta com quickshifter.

Suzuki GSX-R1000R (esq.) e a versão de pista
Suzuki GSX-R1000R (esq.) e a versão de pista

Na ciclística, a moto tem suspensão completa fornecida pela Showa, com reservatórios remotos. As rodas têm 17 polegadas de diâmetro e são calçadas por pneus de medida 120/70 na dianteira e 190/55 na traseira. Os freios são da Brembo, com discos duplos de 320 mm de diâmetro na dianteira e único na traseira de 220 mm.

Na lista de equipamentos de série, a Suzuki GSX-R1000R conta com painel de instrumentos digital, controle de tração ajustável, modos de condução selecionáveis e sensor inercial de seis eixos, que permite uma calibração mais precisa dos controles eletrônicos para atuar também em curvas, considerando o ângulo de inclinação da moto.

Envie seu flagra! flagra@motor1.com