Apesar da preocupação dos fãs com a circulação de rumores nada animadores, o esportivo R8, da Audi, terá sim uma nova geração para chamar de sua. De acordo com reportagem recente da revista alemã Auto Bild, o projeto da próxima linhagem já está em andamento e deverá resultar no lançamento do novo esportivo em 2023. O modelo já nascerá híbrido e poderá contar até mesmo com uma versão totalmente elétrica.

A notícia bate com o que a própria Audi já havia adiantado sobre o futuro do modelo. No início do ano, o chefe de vendas e marketing da marca, Hildegard Wortmann, disse que uma nova geração seria diferente. “O R8 é um ícone da nossa marca. Mas os ícones do passado não são necessariamente ícones do futuro. Um sucessor do R8 não será apenas um R8 com motor elétrico. Precisa ser um R8, mas diferente".

Audi R8 V10 2021 no Circuito Panamericano
Comparativo: Audi R8 V10 vs. Porsche 911 Turbo S no Circuito Panamericano
Comparativo: Audi R8 V10 vs. Porsche 911 Turbo S no Circuito Panamericano

De acordo com a publicação, o próximo R8 representará o fim das versões naturalmente aspiradas. A nova geração terá motor 4.0 V8 biturbo - o mesmo que hoje entrega entre 453 cv e 641 cv e equipa alguns modelos da linha Audi RS, além do Lamborghini Urus. No R8, porém, o conjunto será híbrido (ou seja, motores elétricos serão associados) e entregará potência total na casa dos 700 cv.

Além disso, há planos para uma versão totalmente elétrica (tendência cada vez mais forte no segmento). Anos atrás, vale lembrar, a Audi até fez apostas no R8 e-Tron (100% EV), porém menos de 100 unidades foram vendidas.

Atualmente, o R8 usa motor 5.2 V10 com potências de 562 cv ou 612 cv. O câmbio é sempre automatizado de dupla embreagem e 7 marchas. Em 2020, vendeu apenas 747 unidades, sendo afetado principalmente pela crise gerada pela pandemia. Na atual geração, o pico de vendas foi alcançado em 2016, quando 1.428 unidades foram entregues.

Envie seu flagra! flagra@motor1.com