No final de 2019, a Ducati apresentou ao mundo a Streetfighter V4. A fórmula é simples: utiliza-se chassi e motor da superesportiva da marca - a Panigale V4, no caso - e retiram-se as carenagens. Foi assim que nasceu a super naked da marca italiana, que recebeu o prêmio de moto mais bonita da edição daquele ano do EICMA, salão de motos italiano e que é o mais importante do mundo.

Após quase 2 anos, a Ducati Streetfighter V4 finalmente deve chegar ao nosso mercado. A divisão brasileira da marca começou a postar alguns teasers da moto em suas redes sociais. A empresa está anunciando a moto como a "primeira 'supernaked' do Brasil" e seu lançamento deve ocorrer ainda no mês de outubro.

 

A afirmação da Ducati parece difícil de ser confirmada, mas os números da Streetfighter V4 dão embasamento para isso. Com o mesmo motor da Panigale V4, a naked é equipada com propulsor de quatro cilindros em V com 1.103 cm³ de capacidade. É o Desmosedici Stradale, capaz de entregar nada menos que 208 cv de potência a 13.000 rpm e 12,5 kgfm de torque a 11.500 rpm. Entre as nakeds mais potentes hoje, a BMW S 1000 R e a Suzuki GSX-S1000 são as que chegam mais perto, mas entregam 165 cv e 150 cv, respectivamente.

Para o porte e capacidade, a Ducati Streetfighter V4 é relativamente leve, com 178 kg de peso a seco declarados. O assento a 845 mm de altura em relação ao solo também torna sua pilotagem mais acessível. E para segurar tudo isso, a moto conta com dois discos de freio dianteiros de 330 mm e um disco único na traseira de 245 mm.

Ducati Streetfighter V4

Na comparação com a Panigale, o tanque de 16 litros foi redesenhado para dar mais espaço ao banco. Mas alguns elementos vieram diretamente da esportiva. Apesar de não ter carenagens, a moto tem apêndices aerodinâmicos nas laterais. Segundo a Ducati, eles são capazes de gerar 30 kg de pressão aerodinâmica a 270 km/h.

Outro ponto alto da Streetfighter V4 é o nível de eletrônica embarcada. Ela vai além de modos de condução e painel de instrumentos digital. A moto tem controle de tração customizável, controle de empinada, suspensão ajustável e o piloto pode controlar até mesmo o nível de força do efeito de freio motor. 

O que resta saber agora é o preço. Rivais de quatro cilindros e cerca de 1.000 cm³ na mesma categoria têm preços variando entre R$ 70 mil e R$ 90 mil. Já a Ducati Panigale V4 custa hoje no Brasil R$ 159.990 na versão V4S. A Streetfighter deve se encaixar entre estes valores.

Envie seu flagra! flagra@motor1.com