Erick Buell tinha um sonho de construir uma marca de motos esportivas de renome em solo norte-americano. Em 1983, fundou a empresa que levava seu nome e apostou em modelos com boas características de condução, mas trazendo sempre os icônicos motores V2 que eram fornecidos pela Harley-Davidson.

A fórmula foi o suficiente para manter a Buell operando até 2006, quando a própria Harley adquiriu a Buell. Só que esse foi o início do fim, já que a empresa parou de fazer as motos da Buell em 2009. Erick Buell não desistiu e apresentou a Erick Buell Racing em 2010, só que a nova empreitada durou apenas até 2018.

Buell Hammerhead 1190 RX
Buell Hammerhead 1190RX
Buell Hammerhead 1190RX

Erick Buell ficou para trás, mas a marca de motos não. Em fevereiro, foi anunciado o retorno da Buell Motorcycles. A terceira encarnação da marca está sendo encabeçada por Bill Melvin, que esteve envolvido na liquidação dos ativos da montadora quando a Harley optou por tirá-la de linha. A estratégia agora seria de ir além das esportivas e diversificar o portfólio.

A estratégia divulgada por Melvin consistia em lançar 10 motocicletas inéditas até 2024. No novo site da Buell já aparece a esportiva 1190RX Hammerhead e a naked 1190 SX, que ainda não tiveram todos os detalhes revelados. Além da dupla, uma das novidades será uma inédita trail, por enquanto batizada de 1190 Super Touring, que deve chegar em 2023. Motos elétricas também estariam programadas. A Hammerhead deve ser a primeira chegar e ganhou um vídeo com os primeiros detalhes.

Mesmo sem ter as mãos do fundador, as motos da Buell deverão manter algumas das características que as fizeram famosas. O vídeo mostra que a Hammerhead 2022 tem o quadro de alumínio que traz o tanque de combustível integrado, o disco de freio perimetral e o motor V2 de 72 graus arrefecido a líquido que produz 185 cv de potência. 

O propulsor será uma evolução do Rotax Helicon, que foi usado na última Buell 1190RX, lançada em 2017. Para quem não conhece, a Rotax é uma renomada fornecedora de motores. Seus propulsores podem ser encontrados em motos da BMW, Aprilia, KTM e até em triciclos da Can-Am.

Galeria: Buell Motorcycle - linha de produtos para 2021

Ouça o podcast do Motor1.com:

 

Siga o Motor1.com Brasil no Facebook

Siga o Motor1.com Brasil no Instagram

Envie seu flagra! flagra@motor1.com