Apesar de estar distante do Brasil desde 2011, o Astra segue firme e forte como importante competidor no segmento de hatchbacks médios na Europa. Sob as mãos da Opel, o modelo acaba de mudar completamente de geração e se alinhar às mais recentes diretrizes tecnológicas e mecânicas do grupo Stellantis. Trata-se da sexta em mais de 30 anos de história e a primeira construída sobre a plataforma modular EMP2, de origem francesa.

A base é exatamente a mesma da nova geração do Peugeot 308, mas cada modelo tem design característico - enquanto o francês aposta na ousadia, o alemão é bem mais sóbrio. As linhas gerais foram inspiradas no conceito GT X Experimental de 2018 e acompanham as novas gerações de Corsa e Mokka. Destaque para o capô de linhas retas alinhado com o formato dos faróis, lanternas bem afiladas na traseira e coluna C larga contrastante com o teto preto.

Galeria: Opel Astra 2022

A Opel diz que o Astra 2022 tem linhas "semelhantes a um cupê", embora seja um hatchback tradicional de quatro portas. A definição caberia melhor à carroceria de duas portas, que infelizmente deixou de ser produzida desde a geração passada. Agora, as novas medidas incluem 4.374 mm de comprimento (ganho de 4 mm), 1.860 mm de largura (+51 mm) e 2.675 mm de entre-eixos (+13 mm). O porta-malas acomoda 422 litros, cerca de 52 litros a mais do que antes.

A cabine acompanha as mudanças do exterior e também está toda reformulada. O destaque tecnológico fica por conta do quadro de instrumentos digital de 10 polegadas, acompanhado pela central multimídia de iguais medidas posicionada logo ao lado. O painel tem linhas retilíneas e limpas, além de ampla variedade de materiais na composição do acabamento. 

Entre as novidades tecnológicas, destaque para o sistema de LEDs Matrix emprestado do sedã Insignia (com nada menos que 84 diodos emissores de luz em cada farol), piloto automático adaptativo, head-up display e câmera de 360º. 

Opel Astra 2022

Sob o capô, a Opel confirma a oferta de motores a gasolina e diesel com potências variando entre 110 cv e 225 cv. Pela primeira vez, um conjunto híbrido do tipo plug-in também estará disponível. Dependendo da escolha, o câmbio pode ser manual de 6 marchas ou automático de 8 velocidades. A produção será concentrada em Rüsselsheim, na Alemanha. As vendas nos principais mercados da Europa estão programadas para o início de 2022.

Nos próximos meses, também será lançada a nova geração da carroceria perua. Esta, vale lembrar, é a última geração do Astra oferecida com motores a combustão. A partir de 2028, a Opel venderá apenas elétricos na Europa.

Ouça o podcast do Motor1.com:

 

Siga o Motor1.com Brasil no Facebook

Siga o Motor1.com Brasil no Instagram

Envie seu flagra! flagra@motor1.com