Após o vazamento de algumas imagens do novo Valkyrie na internet, a Aston Martin agiu rapidamente e tomou o controle da situação dando ao público um gostinho do novo hipercarro. Trata-se da versão AMR Pro, modelo que surgiu há pouco mais de três anos no Salão de Genebra. Embora na época tenhamos visto apenas o conceito, agora estamos realmente lidando com a versão final de produção.

Comparado com o protótipo de 2018, o Aston Martin Valkyrie AMR Pro final descarta o sistema híbrido para reduzir seu peso. Isso fez com que a potência caísse dos mais de 1.100 cv para 1.013 cv gerados exclusivamente pelo 6.5 V12 naturalmente aspirado. Construído pela Cosworth, o motor gira até 11.000 rpm e é descrito como sendo a "obra-prima da combustão interna".

Galeria: Aston Martin Valkyrie AMR Pro versão produção

A dieta para perder peso do Valkyrie foi além de abandonar a mecânica híbrida. A Aston Martin também desenvolveu uma carroceria totalmente de fibra de carbono e até mesmo uma suspensão de braços sobrepostos com o mesmo material. Além disso, o para-brisa e as janelas laterais de acrílico também ajudam a eliminar o excesso de peso para maximizar o desempenho da máquina. Comparado com um Valkyrie que pode rodar nas ruas, esta versão para as pistas tem o dobro de downforce graças a um pacote aerodinâmico extremo que permite uma aceleração lateral de mais de 3G.

Ele foi alongado em 26,6 cm ante a versão normal e o comprimento total aumentou 38 cm. Além disso, os eixos dianteiro e traseiro são mais largos (9,6 cm e 11,5 cm, respectivamente), enquanto a parte inferior da carroceria foi alterada para um melhorar o fluxo de ar. A Aston Martin diz que essas modificações ajudam o Valkyrie AMR Pro a entregar "níveis extraordinários de downforce", alcançados por um ajuste no fluxo de ar sobre a asa traseira.

A fabricante mencionou também que irá lançar as especificações técnicas completas nos próximos meses, e que tem como objetivo completar uma volta no circuito de Le Mans em 3 minutos e 20 segundos. Tal feito tornaria o Valkyrie AMR Pro tão rápido quanto os carros a categoria LMP1 no Circuito de la Sarthe de 21 km.

Serão construídas apenas 40 unidades do veículo (mais dois protótipos) e todos virão com o volante do lado esquerdo. As primeiras entregas aos clientes estão programadas para ocorrer no último trimestre de 2021.

Ouça o podcast do Motor1.com:

 

Siga o Motor1.com Brasil no Facebook

Siga o Motor1.com Brasil no Instagram

Envie seu flagra! flagra@motor1.com