Picape é líder de vendas no segmento e um dos principais produtos da Stellantis no país

A Stellantis comemora nesta semana no Brasil a marca de 300 mil unidades vendidas da picape Toro, da Fiat. Produzida em Goiana (PE), a camionete chegou ao mercado em fevereiro de 2016 e não demorou para cair nas graças do público. Alcançou 100 mil unidades entregues logo em março de 2018 e atualmente domina o segmento de picapes compactas, entre as pequenas e as médias, com mais de 85% de participação.

Nascida como versão de produção do conceito FCC4, apresentado no Salão do Automóvel de 2014, a Toro inovou ao apostar no porte intermediário como nova proposta para o segmento e por muito pouco não inaugurou, de fato, o novo nicho - a Renault foi mais rápida e oficializou a chegada da Duster Oroch poucos meses antes. Ainda assim, espelhou outras empresas concorrentes, que já se movimentam para lançar rivais com a mesma proposta.

Galeria: Fiat Toro Volcano 1.3 turbo (T270) 2022 - Teste Motor1.com

Classificada pela Fiat como SUP (Sport Utility Pick-up), a Toro reúne a praticidade e a robustez das picapes com o conforto e a dirigibilidade dos SUVs. Entre outros diferenciais, destaque para a abertura dupla da tampa da caçamba, que tem capacidade para levar até 937 litros e carregar até 1 tonelada (carga total, incluindo passageiros). A gama de versões é composta pelos modelos Endurance, Freedom, Volcano, Ranch e Ultra.

Sob o capô, são oferecidos motores 1.8 E.torQ Evo flex de 139 cv, 1.3 turboflex com até 185 cv e 2.0 Multijet turbodiesel de 170 cv. O câmbio é sempre automático, com 6 ou 9 marchas, dependendo da versão. A tração é dianteira nas versões flex e 4x4 nas variantes a diesel. Os preços variam atualmente entre R$ 114.590 e R$ 187.490.

Além de atender o mercado nacional, a produção em Goiana (PE) também abastece a América Latina, com exportação para países como Argentina, Uruguai, Paraguai, Chile, entre outros.

Ouça o podcast do Motor1.com:

 

Siga o Motor1.com Brasil no Facebook

Siga o Motor1.com Brasil no Instagram

Envie seu flagra! flagra@motor1.com