À venda no mercado internacional desde 2014, a atual geração da Nissan Frontier parece já ter data marcada para se aposentar. De acordo com a imprensa da Ásia, a marca já trabalha intensamente no desenvolvimento de uma linhagem totalmente nova e deverá apresentá-la no final de 2024. A produção será efetivamente iniciada em 2025, começando por países asiáticos como Tailândia.

O projeto está sendo tocado em parceria com a Mitsubishi e não tem relação com a Frontier vendida nos Estados Unidos (recentemente renovada com exclusividade para aquele mercado). Entre outras novidades, a picape ficará maior e ganhará opção de propulsão híbrida em alguns países. A meta é tornar toda a linha de picapes do grupo mais econômica e adequada à nova realidade do mercado.

Galeria: Nissan Frontier 2021 reestilizada

Segundo especulações, tanto Frontier quanto L200 Triton serão construídas sobre a mesma plataforma. O objetivo será reduzir custos e, ao mesmo tempo, intensificar a sinergia entre as marcas. No entanto, o design e características técnicas serão específicas em cada modelo. Não espere por uma simples troca de grade ou logotipos como acontece atualmente com a Renault Alaskan, por exemplo.

"Cada empresa tem seus próprios requisitos e é assim que funciona na aliança, porque temos um cliente diferente e também uma cobertura de mercado diferente”, disse Ivan Espinosa, chefe planejamento de produto global da Nissan. “Portanto, a exigência de um cliente europeu ou australiano não é a mesma que a de um cliente latino-americano e algumas empresas têm uma presença mais forte em um mercado ou outro", completou.

Nesse ponto, tudo indica que a Nissan manterá o esquema de suspensão da Frontier atual, com molas helicoidais "five link". Enquanto isso, a L200 Triton continuará com o esquema atual de feixe de molas, considerado mais robusto e condizente com o perfil de clientes da picape.

Frontier no Brasil

Por aqui, a Frontier chega importada da Argentina, onde é produzida desde 2018. Ainda mantém o mesmo visual desde o lançamento, mas a partir do ano que vem deverá estrear a reestilização de meia-vida que já está à venda no exterior. As novidades serão concentradas principalmente na dianteira, com grade, para-choque e faróis revistos. A nova geração, portanto, ainda deve demorar.

Ouça o podcast do Motor1.com:

 

Siga o Motor1.com Brasil no Facebook

Siga o Motor1.com Brasil no Instagram

Envie seu flagra! flagra@motor1.com