Será lançado nas próximas semanas, com versão híbrida plug-in

O Astra é um dos pilares da Opel desde o lançamento em 1991, marcando a então divisão europeia da Chevrolet. O nome até foi usado antes pela Vauxhall, a parte britânica da marca, para algumas das gerações do Kadett, mas foi só em 1991 que virou um modelo próprio, aquele que conhecemos em 1994, quando veio importado da Bélgica. Agora, 30 anos depois, a Opel prepara a apresentação do novo Astra, adiantado nesta projeção.

Muita coisa mudou desde o primeiro Astra. A Opel foi vendida para o Grupo PSA (antes da fusão com a Fiat-Chrysler formar a Stellantis), fazendo com que adote tecnologias semelhantes para ganho em escala. No caso do Astra, terá um parentesco bem forte com o novo Peugeot 308, lançado há alguns meses, porém com um design drasticamente diferente em comparação ao modelo francês.

Galeria: Opel Astra 2022 - Projeção

Na última semana, a Opel divulgou os primeiros teasers do hatch médio. O site russo Kolesa.ru aproveitou essa imagens, junto com os flagras do carro em teste, para criar uma projeção de como deve ficar o novo Astra. Outra inspiração foi o conceito GT X Experimental, revelado em 2018, que aparenta ter adiantado o design do modelo, assim como foi com o SUV Mokka. Um exemplo claro é o formato dos faróis e da iluminação diurna em LED, idênticos ao conceito.

O novo Astra adotará a plataforma EMP2 do Peugeot 308, permitindo que tenha versões eletrificadas pela primeira vez em sua história. A Opel não diz exatamente como fará isso, mas é esperado que tenha variantes híbridas plug-in (o 308 tem duas versões), ambas com autonomia elétrica de 60 km. Até o momento, nada foi dito sobre uma possível opção totalmente elétrica.

Para quem ainda não está a fim de entrar na eletrificação, a Opel deve oferecer o Astra com o motor 1.2 turbo a gasolina nas versões de 110 cv e 130 cv, e 1.5 tubodiesel de 130 cv, com transmissão manual de 6 marchas ou automática de 8 posições. Há rumores sobre um Astra OPC esportivo, usando um sistema híbrido de 300 cv e com tração integral, mas que faria sua estreia em um outro momento.

A nova geração do Astra será revelada nas próximas semanas, com produção em Rüsselsheim (Alemanha). Quando o Grupo PSA comprou a Opel, até comentou sobre a possibilidade de trazer a marca de volta ao Brasil. No entanto, o assunto esfriou desde a fusão com a Fiat-Chrysler. Caso a fabricante alemã realmente volte, existe a chance de que o Astra seja uma das apostas, mesmo que o segmento dos hatches médios tenha praticamente desaparecido.

Ouça o podcast do Motor1.com:

 

Siga o Motor1.com Brasil no Facebook

Siga o Motor1.com Brasil no Instagram

Envie seu flagra! flagra@motor1.com