Versão ainda mais poderosa promete nível máximo de conforto nas mais altas velocidades

Depois do La Voiture Noire de R$ 67 milhões, a Bugatti volta a atiçar o desejo de consumo dos endinheirados fãs de superesportivos com mais um importante lançamento: o Chiron Super Sport. Versão ainda mais poderosa e exclusiva do modelo, a novidade estreia com o propósito de oferecer nível máximo de conforto mesmo nas mais altas velocidades. Terá apenas 9 unidades fabricadas, cada uma ao preço de 3,2 milhões de euros (cerca de R$ 20 milhões).

De acordo com Stephan Winkelmann, chefão da Bugatti, o Chiron Super Sport é "o grand tourer definitivo". Ao contrário de outras variantes, como o Chiron Pur Sport, a nova versão não foi projetada apenas para entregar máximo desempenho em curvas (embora faça isso magistralmente). Neste caso, o objetivo foi desenvolver um veículo capaz de oferecer o máximo nível de conforto possível em altas velocidades.

Galeria: Bugatti Chiron Super Sport 2022

Para alcançar incríveis 440 km/h, a versão passou importações otimizações do ponto de vista da aerodinâmica. A traseira, por exemplo, precisou ser alongada, crescendo 25 centímetros na comparação com o Chiron tradicional. Além disso, o difusor traseiro também foi redesenhado e os tubos de escape foram realocados.

No visual, destaque para as rodas de desenho exclusivo com 5 raios em formato de Y. Opcionalmente, as rodas de magnésio do Pur Sport também podem ser adquiridas. No interior, foram adotados materiais nobres como couro, alumínio polido e tiras de carbono.

Na mecânica, o motor 8.0 W16 com quatro turbos entrega 100 cv extras, alcançando nada menos que 1.600 cv de potência e 163,1 kgfm de torque (entre 2.000 e 7.000 rpm). Segundo a Bugatti, foram promovidas mudanças nos turbos, bomba de óleo, cabeçotes, eixos de comando, transmissão e embreagem. Ao mesmo tempo, o peso do modelo foi reduzido em 23 quilos.

De acordo com dados de fábrica, o Chiron Super Sport acelera de 0 a 200 km/h em apenas 5,8 segundos, de 0 a 300 km/h em 12,1 segundos e de 0 a 400 km/h até 7% mais rápido do que o Chiron normal. Para atingir altas velocidades, os pneus são especiais Michelin Pilot Sport Cup 2. Segundo a marca, são os únicos do mundo capazes de alcançar até 500 km/h de forma constante.

Bugatti Chiron Super Sport 2022

Ainda na comparação com o Chiron tradicional, foram promovidas mudanças para garantir maior estabilidade em altas velocidades, incluindo otimizações no chassi, nas repostas da direção e no acerto dos amortecedores adaptativo. Ao todo, são oferecidos quatros diferentes modos de condução: EB, Handling, Highway e Top Speed.

As primeiras unidades serão entregues no início de 2022.

Ouça o podcast do Motor1.com:

 

Siga o Motor1.com Brasil no Facebook

Siga o Motor1.com Brasil no Instagram

Envie seu flagra! flagra@motor1.com