Chegada ao mercado não deve mais acontecer em 2022, como estava previsto

Considerado um dos lançamentos mais aguardados da Kia para 2022, a tão falada picape média da marca não deverá chegar ao mercado dentro do cronograma previsto. Em entrevista concedida recentemente na Austrália, o chefe de operações da marca, Damien Meredith, admitiu que o projeto deve atrasar e que ainda há algumas incertezas quanto ao desenvolvimento.

“Ainda não temos uma direção clara sobre o que vai acontecer com o LCV (veículo comercial leve), essa é a verdade”, disse Meredith. “Esperamos algum resultado nos próximos dois anos. O bom é que, se isso acontecer, acho que teremos muita propriedade sobre ele porque somos [Austrália] um grande mercado", completou.

Galeria: Picape Kia - Projeção

A picape é um desejo de longa data de concessionárias da marca de várias países, especialmente da própria Austrália. Por lá, picapes de porte médio representam mais de 20% do mercado como um todo, o que torna estrategicamente imprescindível ter um representante na categoria. A expectativa é alcançar 10% de participação na categoria, o que representaria cerca de 20.000 unidades ao ano (só no mercado australiano).

A ideia, pelo menos antes do atraso, girava em torno de um modelo completo, ou seja, com opções de cabine simples ou dupla, oferta de motores diesel ou gasolina e tração 4x2 ou 4x4. Seria uma picape tradicional, com construção sobre chassi e rival direta de Toyota Hilux, Ford Ranger e Mitsubishi L200 Triton. Na prática, um projeto independente daquele que originou a Hyundai Santa Cruz (monobloco e com pegada bem mais lifestyle).

O atraso deve durar pelo menos 2 anos e jogar o lançamento agora para 2024, pelo menos.

Ouça o podcast do Motor1.com:

 

Siga o Motor1.com Brasil no Facebook

Siga o Motor1.com Brasil no Instagram

Projeções: Avarvarii e KiaTellurideForums

Envie seu flagra! flagra@motor1.com