O rompimento da parceria entre Ford e Mahindra, confirmado em março deste ano, forçou a fabricante norte-americana a rever todos os seus projetos, que incluiam um sucessor para o EcoSport e um novo SUV médio. Sem poder usar a plataforma da Mahindra, tudo indica que o projeto CX757, que dará origem a um modelo médio, adotará a arquitetura do chinês Territory e será um modelo global, de olho em mercados emergentes

Ford Territory x Jeep Compass x Chevrolet Equinox

Se o plano era aproveitar a plataforma e motores da Mahindra, agora a Ford procura outros meios para produzir o automóvel por conta própria, mas ainda deve contar com a empresa Pininfarina, pertencente à Mahindra, para projetar o design do novo SUV. A parte mais atrativa é que o futuro lançamento deve ser, segundo a Autocar India, um modelo ideal para mercados emergentes, e isso inclui o Brasil.

No que diz respeito ao motor do futuro Ford CX757, a Ford já fabrica seu motor diesel 2.0 EcoBlue na Índia, conhecido como "Panther", que já roda atualmente nos modelos Everest (SUV da Ranger), Fusion e o Edge e que poderia supostamente ser a potência por baixo do capô do novo SUV. Entretanto, a montadora americana também pode optar por fazer uma montagem parcial de seu 1.5 EcoBoost em Gujarat, na Índia.

Lançado em 2018 e renovado no ano passado, o Ford Territory é um SUV médio que é baseado em um modelo da Jiangling Motors Corporation, uma das parceiras da marca na China. Chegou ao Brasil em 2020 em duas versões, com um 1.5 turbo de 150 cv, porém seus preços a partir de R$ 179.900 faz com que fique longe de disputar pela liderança do segmento.

Ouça o podcast do Motor1.com:

 

Siga o Motor1.com Brasil no Facebook

Siga o Motor1.com Brasil no Instagram

Envie seu flagra! flagra@motor1.com