Nova geração está nos planos, mas sem previsão de lançamento por aqui

Clientes Nissan interessados em fechar negócio no sedã Sentra não irão mais encontrar o modelo disponível no portfólio da marca no Brasil. No site oficial da empresa, o três-volumes já foi retirado de oferta, deixando o catálogo de sedãs restrito ao Versa (oferecido tanto em nova geração quanto na configuração V-Drive, da linhagem passada). A dica foi do leitor Pedro Lima.

A mudança já era esperada, tendo em vista o fim dos estoques do modelo atual e o lançamento do Sentra de nova geração no exterior. O novo modelo já tomou o lugar do antigo nas linhas de montagem da fábrica de Aguascalientes, no México, e é vendido tanto no mercado local quanto em países como Estados Unidos e Argentina.

Galeria: Nissan Sentra - Linha 2019

Em comunicado, a Nissan explicou que a renovação do portfólio de sedãs faz parte de sua estratégia e está seguindo o ciclo natural de vida de cada produto. "No caso do Sentra, o modelo segue nos planos da empresa, que ainda avalia fatores de adequação ao mercado e, por isso, não tem prazo para seu lançamento", reforçou. O posicionamento da marca confirma os rumores de que a nova geração ainda está em estudos para o mercado brasileiro.

Vendido no Brasil desde 2013, o Sentra de sétima geração já sentia o peso da idade diante dos rivais mais modernos, especialmente Honda Civic e Toyota Corolla. Era comercializado nas versões S e SL, com preços entre R$ 91.090 R$ 108.990. Sob o capô, o motor 2.0 flex de 140 cv de potência a 5.100 rpm e 20 kgfm de torque a 4.800 era o mesmo. O câmbio automático do tipo CVT também não mudava.

Ouça o podcast do Motor1.com:

 

Siga o Motor1.com Brasil no Facebook

Siga o Motor1.com Brasil no Instagram

Envie seu flagra! flagra@motor1.com