A fabricante divulgou ficha técnica da picape para a Argentina, onde chegará às concessionárias neste mês

A nova Jeep Gladiator está prestes a ser lançada na Argentina. A picape de médio porte será importada dos Estados Unidos e compartilha a plataforma, chassi e mecânica com o Jeep Wrangler JL, lançado em dezembro de 2019, e recupera o nome dado à primeira Jeep Gladiator que foi fabricada originalmente no país Sul-Americano.

Novas imagens feitas por paparazzis do site Argentina Autoblog mostram uma das primeiras unidades da Jeep Gladiator no país vizinho, e a Stellantis publicou todos os dados de mercado em seu site oficial nesta semana. No que diz respeito à mecânica, não são esperadas grandes novidades no modelo. Deve receber a mesma configuração do Wrangler JL vendido na Argentina: motor Pentastar V6 de 3,6 litros a gasolina, produzindo 285 cv e torque de 35,9 kgfm, combinados ao câmbio automático de oito marchas e tração 4x4 desconectável com redução.

Jeep Gladiator 2021

A Jeep Gladiator deve se posicionar como a picape de médio porte mais potente do mercado argentino, tomando o pódio da Volkswagen Amarok V6 de 258 cv, e também como a mais bem preparada em seu segmento para o manuseio em off-road. Ao mesmo tempo, é esperado que seja a mais cara também, pois pagará 35% de direitos alfandegários ao importar dos Estados Unidos. No entanto, pode ser mais acessível aos clientes argentinos do que o Wrangler JL, pois estará isenta de impostos especiais de consumo, vindo como um veículo de carga comercial.

Jeep Gladiator 2021

O site oficial da Jeep Argentina anunciou que a Gladiator será disponibilizada com dois tipos de acabamento: Overland e Rubicon. A capacidade de carga da caçamba varia de 550 a 615 litros, dependendo da versão. A versão Rubicon inclui capota rígida removível e lona, ​​o que a torna a única picape conversível da Argentina.

As datas oficiais de lançamento ainda não foram divulgadas. Por aqui, a Jeep Gladiator segue longe do Brasil. Motor1.com apurou em primeira mão que a fabricante queria trazer a picape ao país em 2020. Porém, a disparada da cotação do dólar e a alta demanda pela picape nos EUA e no mercado global fez que fosse adiada. Em outubro passado, executivos disseram que a Gladiator ainda virá, mas não tem uma data definida.

Ouça o podcast do Motor1.com:

 

Siga o Motor1.com Brasil no Facebook

Siga o Motor1.com Brasil no Instagram

Envie seu flagra! flagra@motor1.com