Substituto do C3, já esconde menos da carroceria durante teste em Campinas (SP)

Há uma explicação para a Citroën ter tirado C3 e Aircross de linha recentemente no Brasil. Um novo SUV pequeno, chamado até então de C3 Sporty, já faz uma série de testes com a carroceria definitiva em diversos países, inclusive no Brasil, e ele fará a substituição dos 2 modelos em nosso mercado a partir de algum momento do 2º semestre de 2021, como já confirmado pela Stellantis em fevereiro

As imagens vistas aqui foram publicadas pelo site Auto+. Rodando em Campinas (SP), a camuflagem do novo Citroën se resume a adesivos para esconder as linhas da carroceria, mas já mostra diversos aspectos importantes. Na dianteira, os faróis em 2 partes como seu irmão maior, o C4 Cactus, além de um desenho alto para dar a sensação de robustez dos SUVs. Na traseira, o parachoque alto aloja a placa de identificação e as lanternas parecem divididas em 3 sessões. O retrovisor, por exemplo, parece ser a mesma peça do C4 Cactus. 

Galeria: Flagra: SUV Citroën no Brasil

Segundo João Brigato, do Auto+, o novo Citroën tem um porte superior ao do Renault Kwid, que era uma dúvida já que seu projeto na Índia limita seu comprimento a 4 metros por uma série de legislações locais. Já observamos rodas de provavelmente 15" e uma suspensão elevada. Segundo o jornalista, o interior tem um sistema multimídia "grande" e o mesmo volante utilizado no C4 Cactus. Não será surpresa se ele ter bastante do SUV compacto por dentro, inclusive bancos e painel de instrumentos. 

Flagra: SUV Citroën no Brasil

A motorização guarda alguns mistérios. O uso do 1.6 aspirado da Peugeot/Citroën é quase certo, com câmbio manual de 5 marchas e automático de 6 marchas, mas não será uma total surpresa se ele ser o primeiro modelo de marca francesa a ter os novos motores turbo da Stellantis, principalmente o 1.0 de 3 cilindros que fará a estreia meses antes no SUV baseado no Fiat Argo. Esta manobra ainda não foi confirmada, mas não pode ser descartada completamente por enquanto. 

O "C3 Sporty" será o primeiro modelo sobre a plataforma CMP nascido em Porto Real (RJ), seguido por outros modelos como um sedã e um hatchback da Citroën, o que explica a ampla renovação da marca que estava um pouco esquecida desde a apresentação do C4 Cactus em 2018. 

Envie seu flagra! flagra@motor1.com