Cupê chega à segunda geração mantendo a receita de um carro esportivo barato

A Toyota apresentou a nova geração do esportivo 86 (ou GT86 em alguns países), agora batizado como GR 86, quase cinco meses após a Subaru fazer o lançamento de seu cupê BRZ com tração traseira. Mais de 200 mil exemplares da versão original foram vendidos, seguindo a proposta de ser um esportivo acessível na maioria dos países, e esta nova geração traz melhorias em todas as frentes, mantendo a receita de leveza quase intacta.

Para manter o peso do novo Toyota GR 86 sob controle, os engenheiros utilizaram alumínio no teto e nos para-lamas, assim como ajustes nos bancos dianteiros e nos silenciadores para reduzir a gordura ao máximo possível. O teto revisado traz outro grande benefício por baixar o centro de gravidade do veículo, o que deve contribuir em termos de dirigibilidade.

Galeria: 2022 Toyota GR 86

A rigidez torcional foi melhorada em aproximadamente 50% para aumentar a estabilidade, enquanto o tamanho do carro permaneceu praticamente a mesmo. Tem 4,26 metros de comprimento, 1,77 m de largura e 1,31 m de altura, com a distância entre-eixos medindo 2,57 m. Quando equipado com o câmbio manual de seis velocidades, o Toyota GR 86 mostra somente 1.270 kg na balança. Terá também uma opção de transmissão automática com o mesmo número de marchas.

Como foi na geração anterior, o pequeno esportivo continua a adotar uma motorização da Subaru, com o 2.4 boxer no lugar do antigo 2.0. Ainda naturalmente aspirado, o motor de quatro cilindros horizontalmente opostos produz 235 cv a 7.000 rpm, e 25,4 kgfm de torque a 3.700 rpm na versão japonesa do carro. O motor atualizado permitiu que a Toyota reduzisse a aceleração de 0 a 100 km/h em 1,1 segundo, agora levando 6,3 segundos.

Além de extrair mais potência, a Toyota declarou que o motor tem uma resposta melhor e fornece "sensações suaves e sem estresse de baixa a alta rotação". Juntando-se ao GR Yaris, GR Supra e ao futuro supercarro GR Super Sport, o novo GR 86 também apresenta uma variedade de aprimoramentos aerodinâmicos desenvolvidos para melhorar a estabilidade e a resposta da direção. A suspensão dianteira é independente MacPherson, enquanto a configuração traseira possui uma double-wishbone, com ambos os eixos ligados a rodas de 18 polegadas envolvidas em pneus 215/40.

Podemos facilmente afirmar que, novamente, o GR 86 é praticamente idêntico ao Subaru BRZ, pois os dois compartilham plataforma, motores e até mesmo muito do seu design exterior. O diferencial mais óbvio é o desenho da grade dianteira, no qual a versão da Toyota é um pouco mais agressiva. A grade é semelhante ao encontrado no mais recente GR Yaris, e também notamos que os faróis de LED não são exatamente os mesmos que compõem o Subaru.

2022 Toyota GR 86
2022 Toyota GR 86

A cabine também é um caso de déjà vu, pois é visualmente idêntica ao seu modelo-irmão BRZ, além do estofamento ligeiramente diferente e do emblema GR no volante. Ele possui o mesmo painel de instrumentos digital de sete polegadas e uma central multimídia de oito polegadas. Desde a forma das saídas de ar e assentos até o painel e pedais, o 86 e o ​​BRZ têm basicamente os mesmos interiores.

No que diz respeito à segurança, a versão automática ainda traz o pacote de tecnologia EyeSight Driver Assist da Subaru. Com ele, o esportivo tem controle de cruzeiro adaptativo, frenagem automática de emergência e assistente de permanência em faixa.

O Toyota GR 86 de segunda geração será lançado no Japão no final deste ano, desembarcando no mercado internacional ao longo de 2022. No Brasil, a fabricante até estudou importar o pequeno esportivo, trazendo duas unidades ao país para demonstração, porém acabou desistindo pela conta não fechar. Vamos torcer para que seja diferente com a nova geração.

Ouça o podcast do Motor1.com:

 

Siga o Motor1.com Brasil no Facebook

Siga o Motor1.com Brasil no Instagram

Envie seu flagra! flagra@motor1.com