Sétima geração do sedã terá mais de 5 metros e será apresentada em 2022

Após uma renovação profunda em 2019, o Hyundai Azera se prepara para uma grande mudança no ano que vem, quando ganhará sua 7ª geração. Conhecida internamente pelo codinome GN7, a nova versão do sedã topo de linha da marca sul-coreana está sendo desenvolvida para recuperar a fama que ganhou no mercado global e, para isso, ficará ainda maior e mais refinado.

As primeiras informações dizem que o novo Hyundai Azera, conhecido como Grandeur na Coreia do Sul, será apresentado somente em 2022. Ficará ainda maior do que o atual, com uma carroceria com mais de 5 metros de comprimento, o que não é muito difícil de se fazer, já que o modelo atual tem 4,990 m e 2,885 m de entre-eixos.

Galeria: Hyundai Azera 2020

Mas como isso será feito ainda é um mistério. O sedã pode seguir o novo Kia K8 e ter os mesmos 5,015 m de comprimento, adotando a mesma plataforma N3, lançada em 2019 e utilizada por modelos como Santa Fe, Sonata e Kia Sorento. Por outro lado, é dito na Coreia do Sul que o novo Azera pode se tornar uma alternativa ao Kia K9 e Genesis G90, que têm 5,12 m de comprimento.

O resposicionamento do sedã é o que direciona o seu desenvolvimento. Agora que a Genesis está se estabelecendo como uma marca premium separada completamente da Hyundai, o Azera precisa voltar a ter destaque, ainda mais depois de alguns tropeços da marca com novos modelos topo de linha, como o Aslan, que saiu de linha em 2018 depois de 4 anos de vida.

As opções de motores devem ficar mais restritas como foi após a reestilização. Atualmente, o Azera conta com um 2.5 aspirado de 198 cv, um 3.0 V6 aspirado de 250 cv e o 3.3 V6 de 290 cv. Alguns mercados ainda tem o 3.5 V6, também de 290 cv. Uma aposta importante será na versão híbrida, que atualmente é formada por um 2.4 pareado a um motor elétrico, entregando 200 cv de potência combinada.

Enquanto isso, aqui no Brasil ainda temos o Hyundai Azera pré-reestilização, com o visual que foi apresentado no Salão do Automóvel de São Paulo 2018. É comercializado em versão única, por R$ 269.900, equipada com o 3.0 V6 de 261 cv. Em novembro passado, o Grupo Caoa, que representa parte da marca no país, prometeu um investimento de R$ 1,5 bilhões em sua fábrica em Anápolis (GO), que irá envolver alguns modelos da marca sul-coreana, mas nada foi dito sobre o Azera. Com a cotação atual do dólar, o sedã não deve dar as caras no nosso mercado tão cedo.

Ouça o podcast do Motor1.com:

 

Siga o Motor1.com Brasil no Facebook

Siga o Motor1.com Brasil no Instagram

Envie seu flagra! flagra@motor1.com