Concorrente da Fiat Toro será revelada ainda neste ano e chegará ao Brasil

A Ford intensifica o ritmo de testes com a inédita picape Maverick na América do Norte e, como consequência, protótipos com carroceria definitiva já começam a ser vistos com menos camuflagem. Flagras têm se tornado constantes e inevitavelmente detalhes do design se tornam conhecidos. É o caso, por exemplo, do padrão diferenciado de grades que cada versão da camionete terá.

Assim como na F-150 e na Ranger norte-americana, a Maverick será oferecida com variados estilos de grade, desde aberturas maiores até peças com elementos de cor contrastante com a pintura da carroceria. As versões mais caras contarão ainda com detalhes cromados, bem ao gosto norte-americano. No flagra abaixo, chama atenção ainda a diferença de porte em relação à F-150, que aparece ao lado em algumas fotos.

Galeria: Picape Ford Maverick - Novo flagra

Mecanicamente, a Maverick será construída sobre a plataforma C2 (a mesma do Focus europeu e dos SUVs Escape e Bronco Sport) e posicionada abaixo da Ranger. Na comparação com a prima, será entre 60 cm e 70 cm mais curta, dependendo da configuração. O visual terá inspiração nos mais recentes SUVs lançados pela Ford, especialmente o Bronco Sport.

A construção será do tipo monobloco, como em carros de passeio, e, portanto, diferente do esquema de chassi separado da carroceria comum em picapes médias e grandes. A ideia da Ford será posicionar a Maverick como uma camionete para o lazer e não essencialmente para o trabalho pesado (função que já cabe às versões mais simples da Ranger).

Sob o capô, são esperados os mesmos motores do primo Bronco Sport: 1.5 e 2.0 turbo EcoBoost, ambos ligados ao câmbio automático de 8 marchas. A tração será dianteira ou integral. Haverá ainda uma variante híbrida, provavelmente equipada com o mesmo conjunto do Escape Hybrid: motores 2.5 aspirado e elétrico, entregando 200 cv de potência combinada e consumo de até 18,7 km/litro.

Ford Maverick 2022 - Projeção exclusiva

O lançamento acontecerá ainda neste ano (provavelmente no 2º semestre), com produção na planta mexicana de Hermosillo para abastecer diversos mercados globais, desde os Estados Unidos até o Brasil. Por aqui, enfrentará a Fiat Toro, que domina praticamente sozinha o segmento de picapes intermediárias. Nos Estados Unidos, a disputa será travada com a Hyundai Santa Cruz, que também deverá estrear neste ano.

Ouça o podcast do Motor1.com:

 

Siga o Motor1.com Brasil no Facebook

Siga o Motor1.com Brasil no Instagram

Envie seu flagra! flagra@motor1.com