O segmento de SUVs médios tem um líder, até então, absoluto. Apesar de registrar uma leve retração na comparação com o mesmo período do ano passado (-1%), o Compass foi ainda mais soberano no mês de fevereiro. Às vésperas de sua 1ª reestilização, o representante da Jeep emplacou 4.634 unidades e respondeu por quase 70% de tudo o que foi registrado no mês passado.

Vai ser interessante acompanhar essa disputa pelo topo com a chegada ao mercado de novatos como o Toyota Corolla Cross e o VW Taos, já que os atuais adversários não têm demonstrado fôlego para brigar mais diretamente contra o Compass – para se ter uma ideia, o Hyundai ix35 (308), adversário mais próximo pelo 2º mês seguido, emplacou 15 vezes menos.

Caoa Chery Tiggo 8 na concessionária
Comparativo Tiguan x CR-V x 3008 x Equinox

Completando o pódio com queda de quase 26% em relação ao último ranking, o Caoa Chery Tiggo 8 foi o primeiro para 300 consumidores. Em alta assim como o ix35, o Hyundai Tucson (260) veio na sequência, sob ameaça concreta do Mitsubishi Outlander (245). Vale ressaltar, mais uma vez, que os números incluem a versão Sport (ASX reestilizado). 2º mais vendido há 12 meses, o VW Tiguan (182) foi o 6º, com retração superior a 80%.

Com a Ford agora só comercializando carros importados, o Territory (105) teve seu resultado mais fraco desde agosto passado (248), quando oficialmente começou a ser disponibilizado pelas concessionárias. Zerado no mês anterior, o Subaru XV (75) conquistou um lugar no top 10. Um dos destaques de 2020, o Chevrolet Equinox (15) só ficou à frente do JAC T60 (9) e do Subaru Outback (1).

Ranking dos SUVs médios mais vendidos em fevereiro

SUVs / Crossovers II

POS.

MODELO

FEV/21

JAN/21

FEV/20

% FEV 21

% JAN 21

VARIAÇÃO FEV/JAN

VARIAÇÃO 2021/2020

JEEP COMPASS

4634

5029

4684

69,63%

69,46%

-7,85%

-1,07%

HYUNDAI IX35

308

299

269

4,63%

4,13%

3,01%

14,50%

CAOA CHERY TIGGO 8

300

404

0

4,51%

5,58%

-25,74%

-

HYUNDAI TUCSON

260

249

215

3,91%

3,44%

4,42%

20,93%

MITSUBISHI OUTLANDER / SPORT

245

188

85

3,68%

2,60%

30,32%

188,24%

VW TIGUAN

182

136

932

2,73%

1,88%

33,82%

-80,47%

MITSUBISHI ECLIPSE CROSS

160

179

178

2,40%

2,47%

-10,61%

-10,11%

FORD TERRITORY

105

168

0

1,58%

2,32%

-37,50%

-

KIA SPORTAGE

96

101

208

1,44%

1,40%

-4,95%

-53,85%

10º

SUBARU XV

75

0

17

1,13%

0,00%

-

341,18%

11º

CAOA CHERY TIGGO 7

74

187

290

1,11%

2,58%

-60,43%

-74,48%

12º

TOYOTA RAV4

65

131

452

0,98%

1,81%

-50,38%

-85,62%

13º

SUBARU FORESTER

63

23

6

0,95%

0,32%

173,91%

950,00%

14º

PEUGEOT 3008

46

58

128

0,69%

0,80%

-20,69%

-64,06%

15º

MITSUBISHI ASX

17

33

180

0,26%

0,46%

-48,48%

-90,56%

16º

CHEVROLET EQUINOX

15

43

367

0,23%

0,59%

-65,12%

-95,91%

17º

JAC T60

9

8

29

0,14%

0,11%

12,50%

-68,97%

18º

SUBARU OUTBACK

1

4

0

0,02%

0,06%

-75,00%

-

 

 

6655

7240

8040

100,00%

100,00%

-8,08%

-17,23%

Na faixa superior, o Toyota SW4 reestilizado cresceu quase 8% e ultrapassou os 71% de participação de mercado, com 846 emplacamentos. Vice-líder, o Mitsubishi Pajero, mesmo com alta de quase 48%, não conseguiu emplacar nem 25% do líder (204). Também crescendo (+9%), o Chevrolet Trailblazer (121) completou o pódio. Sem importação oficial, o Ford Explorer conquistou a preferência de 1 consumidor.

Ranking dos SUVs grande mais vendidos no Brasil

SUVs / Crossovers III

POS.

MODELO

FEV/21

JAN/21

FEV/20

% FEV 21

% JAN 21

VARIAÇÃO FEV/JAN

VARIAÇÃO 2021/2020

TOYOTA SW4

846

701

784

71,03%

52,79%

20,68%

7,91%

MITSUBISHI PAJERO

204

203

138

17,13%

15,29%

0,49%

47,83%

CHEVROLET TRAILBLAZER

121

398

111

10,16%

29,97%

-69,60%

9,01%

KIA SORENTO

9

15

16

0,76%

1,13%

-40,00%

-43,75%

FORD EDGE

5

4

10

0,42%

0,30%

25,00%

-50,00%

JAC T80

3

3

4

0,25%

0,23%

0,00%

-25,00%

JEEP WRANGLER

2

4

25

0,17%

0,30%

-50,00%

-92,00%

FORD EXPLORER

1

0

0

0,08%

0,00%

-

-

 

 

1191

1328

1088

100,00%

100,00%

-10,32%

9,47%

Observação:

- O Caoa Chery Tiggo 8, anteriormente classificado na categoria III, foi reclassificado para a categoria II em função de porte, preço e posicionamento de mercado.

Ouça o podcast do Motor1.com:

 

Siga o Motor1.com Brasil no Facebook

Siga o Motor1.com Brasil no Instagram

Envie seu flagra! flagra@motor1.com