Concessionária pediu para o cliente devolver o carro na véspera de Natal

A Ford já entregou 5.120 unidades do Bronco Sport no último trimestre de 2020 para quem reservou o carro nos Estados Unidos. No meio dessas entregas, aconteceu uma situação bem curiosa: uma concessionária da marca na Flórida vendeu e entregou uma unidade de demonstração. E teve de pedir carro de volta no dia seguinte!

O cliente em questão comprou um Ford Bronco Sport ao trocar seu Volkswagen Jetta 2015 e pagar uma entrada, financiando o resto do valor do SUV que ele não deveria ser capaz de comprar. O comprador retirou o carro no dia 22 de dezembro e nem conseguiu aproveitar, pois a concessionária ligou no dia seguinte e pediu para que o veículo fosse devolvido no dia 24 de dezembro - sim, na véspera do Natal.

Galeria: Ford Bronco Sport - Avaliação

A concessionária deveria manter o carro como modelo de demonstração por 4 meses antes de vendê-lo, mas acabou passando para frente bem antes disso. Não há detalhes sobre o que levou a essa confusão. O comprador, obviamente, se recusou a devolver o carro e entrou em contato com a Ford, enviando uma reclamação para o atendimento ao cliente, explicando o erro da concessionária. Adam Sidoti, o homem que comprou o veículo, insistiu que ele fez tudo corretamente e não deveria ser penalizado por um erro da loja. Ainda entrou em contato com Jackie Callway, repórter do canal ABC que faz trabalhos de defesa do consumidor.

A repórter entrou em contato com a Ford no dia 29 de dezembro e resolveu o assunto em questão de horas. Sidoti recebeu uma ligação da fabricante no mesmo dia, recebendo a boa notícia: ele poderia ficar com o carro. A Ford ainda enviou um posicionamento oficial para a emissora ABC:

"Depois de falar com nosso time, assim que ficamos sabendo dessa situação no dia 29 de dezembro de 2020, nós garantimos que o cliente possa ficar com o carro."

É uma boa notícia para Sidoti, pois ele teria que esperar mais um tempo para receber seu carro caso tivesse que devolver o veículo que estava com ele. Para piorar, há muitas concessionárias cobrando ágio de até US$ 10.000 (R$ 53.641) pelo Bronco Sport, e a marca ainda aumentou os preços do modelo no final de dezembro.

O Ford Bronco Sport será uma das grandes apostas da fabricante neste novo momento da marca do Brasil, agora que não terá mais nenhum modelo produzido em solo nacional e que custe menos de R$ 150 mil. Importado do México, o SUV médio está previsto para chegar ainda no 1º semestre com motor 2.0 turbo de 248 cv e tração 4x4.