Novidade fica posicionada entre a LT e Premier, mantendo motor 1.4 turbo

Apesar do domínio de Toyota Corolla e Honda Civic, o Chevrolet Cruze ainda tem sua importância para o mercado e para a marca. Ele chega à linha 2021 com novidades como a volta da versão LTZ e um design de para-choque dianteiro exclusivo para esta versão. Mas já adiantamos que os preços ainda não foram divulgados.

O Chevrolet Cruze LTZ 2021 ficará posicionado entre as versões LT e Premier. Na verdade, a LTZ entra no lugar da Premier 1, que se diferenciava da Premier 2 por equipamentos de tecnologia como frenagem automática de emergência, alerta de ponto-cego, farol-alto automático e outros. Na dianteira, um para-choque mais esportivo, com entradas de ar maiores, e rodas de liga-leve de 17" com pintura escurecida completam o pacote visual da versão.

Chevrolet Cruze LTZ 2021
Chevrolet Cruze LTZ 2021
Chevrolet Cruze Sport6 Premier 2021
Chevrolet Cruze Sport6 Premier 2021

O Cruze Sport6, o hatch médio, também adota a mesma versão, porém sem a mudança no para-choque. Vale lembrar que ele já possui visual diferente do sedã também na dianteira, adotando um conjunto mais esportivo, além de trazer o teto-solar elétrico na versão Premier.

A motorização segue com o 1.4 turbo de até 153 cv e 24,5 kgfm de torque ligado exclusivamente ao câmbio automático de 6 marchas. Entre os equipamentos, o Cruze LTZ traz sistema multimídia MyLink com tela de 8" com Apple CarPlay e Android Auto, 6 airbags, controles de tração e estabilidade, ar-condicionado automático, retrovisores externos com rebatimento elétrico, OnStar, 4G com WiFi nativo, computador de bordo com tela colorida e partida por botão com chave presencial, entre outros itens. 

Preços ainda não foram divulgados. Hoje, o Chevrolet Cruze custa R$ 114.800 (LT), R$ 126.590 (Premier 1, substituída pela LTZ) e R$ 137.600 (Premier 2, agora apenas Premier). Podemos esperar aumentos nessa tabela. Para o Cruze Sport6, hoje os valores são de R$ 114.800, R$ 127.690 e R$ 138.700, respectivamente. 

Muito se falou sobre o fim do Chevrolet Cruze, já que a Argentina é o único país a fabricá-lo para o mercado local e Brasil. Mas pelo jeito a marca ainda manterá o sedã e o hatch médios em linha por mais um tempo.