Picape se tornará principal produto da marca no Brasil, importada da Argentina

Enquanto anuncia o fechamento de suas fábricas no Brasil, a Ford segue trabalhando em sua nova linha de veículos. Um deles será a nova geração da Ford Ranger, que aparece pela 1ª vez em testes pelas ruas antes de ser produzida na Argentina. Embora esteja bem camuflada, é possível notar que adotará linhas próximas da nova F-150, principalmente nos faróis. A apresentação é esperada para este ano, mas o lançamento só acontecerá em 2023.

Nas fotos, podemos ver apenas as bordas externas dos faróis da nova Ford Ranger. É o suficiente para notar que terá o mesmo formato que a F-150, formando um “C” em volta de uma barra cromada que atravessa toda a frente. Este estilo já havia sido adiantado por imagens vazadas em 2019, embora com uma certa evolução. E este desenho também aparece na inédita picape Maverick, fotografada dentro da linha de produção.

Galeria: Ford Ranger 2023 - Primeiro flagra

A lateral mostra que terá uma frente mais longa e linhas mais arredondadas nas colunas. Já a traseira tem uma linha iluminada na parte superior, aparentemente com LEDs. A imagem vazada de 2017 mostrava que a picape teria um LED em forma de “3”, formato que não parece ter sido levado à versão final da picape.

A Ford já faz a preparação para produzir a picape na Argentina, investindo US$ 580 milhões no complexo em General Pacheco. Apesar da decisão de encerrar a produção de carros no Brasil, a fabricante manteve os aportes no país vizinho e também no Uruguai, para montar a van Transit por lá, ambos confirmados para o mercado brasileiro nos próximos anos.

Ford Ranger 2023  - Primeiro flagra
Nova Ford Ranger 2022
Ford Ranger 2023  - Primeiro flagra
Nova Ford Ranger 2022

Documentos vazados revelam algumas das novidades sobre a nova Ranger. Terá um motor 2.0 biturbo diesel de 213 cv e 50,9 kgfm como a opção mais básica. Logo acima estará o 3.0 V6 turbodiesel de 253 cv e 60,8 kgfm, que também equipa a irmã maior F-150 e que é cotado para aposentar o 3.2 diesel de 5 cilindros. Há também informações sobre um 2.3 turbo de quatro cilindros abastecido com gasolina e que receberia um sistema híbrido plug-in, gerando 367 cv e 69,3 kgfm.

A nova Ford Ranger terá um papel importante para a marca, por ser um dos produtos feitos para a parceria com a Volkswagen. A picape média servirá de base para a nova geração da Volkswagen Amarok, que deve até usar alguns dos motores da Ranger. Porém, ao contrário do modelo da Ford que será feito na Argentina, a nova Amarok passará a ser produzida somente na África do Sul, o que dificulta sua vinda ao Brasil.

Envie seu flagra! flagra@motor1.com