Variante tem lançamento marcado para março, mantendo motor 1.0 turbo de 3 cilindros

A oferta de um mesmo carro pode ser bem diferente entre Brasil e Argentina. Um exemplo são os modelos da Volkswagen, como o T-Cross com motor 1.6 MSI de 110 cv, ao invés do 1.0 TSI de 128 cv ou o 1.4 TSI de 150 cv que temos por aqui. Veremos essa diferença também com o VW Nivus, que passará a ter uma variante de entrada Trendline com câmbio manual no país vizinho, com lançamento confirmado para março.

A chegada do Volkswagen Nivus Trendline à Argentina foi confirmada pelo site 16Valvulas, que entrevistou Martín Massimino, diretor comercial da fabricante no país. O executivo comentou sobre a pré-venda do crossover-cupê por lá e acabou revelando que a nova opção de entrada do carro será lançada em março, com o nome Trendline e a transmissão manual (pela primeira vez no Nivus), embora não tenha dado mais detalhes.

Galeria: Volkswagen Nivus 2021 - Fotos oficiais

Como ainda leva um tempo até o lançamento, Massimino não quis falar muito mais sobre o carro. A expectativa é que siga com o motor 1.0 turbo de 3 cilindros que equipa todas as versões do Nivus por lá. Por usar a mesma plataforma MQB-A0 que o T-Cross, o crossover-cupê pode receber o conjunto usado pelo outro SUV compacto da empresa na versão de entrada. No caso, o motor 1.0 TSI é abastecido somente com gasolina e entrega 116 cv e 20,4 kgfm de torque. A caixa manual deve ser a 6 marchas, como acontece no T-Cross.

O Nivus começou a ser vendido na Argentina em novembro, após esgotar na pré-venda por lá. A fabricante diz que já vendeu mais de 2 mil unidades desde então, e boa parte delas foram nos primeiros dias de 2021. A expectativa da empresa é emplacar cerca de 1 mil unidades mensais após este período inicial, número mais alinhado com o desempenho do mercado argentino.

Como comparação, no Brasil o Nivus fechou 2020 com 16.278 unidades emplacadas em 2020, fazendo com que seja o 10º SUV mais vendido do país (ou 9º ao retirar o Jeep Compass desta lista e considerar só os compactos). Ainda está longe dos modelos mais vendidos, mas é um resultado interessante considerando que ficou nas lojas apenas metade do ano. Ainda não há informações se a Volkswagen pretende oferecer um Nivus manual por aqui, algo que difícil já que a procura pelo câmbio automático predomina na faixa de preço que o modelo atua.

Envie seu flagra! flagra@motor1.com