Versão esportivada seguirá demais variantes no país vizinho ao invés de usar transmissão automática de 6 marchas como no Brasil

Lançado no Brasil em setembro passado, o Chevrolet Onix RS prepara sua chegada ao mercado argentino no final do 1º semestre. E, apesar de ser feito por aqui, na fábrica de São Caetano do Sul (SP), o hatch com visual esportivo terá uma diferença importante na versão para a Argentina. Ao invés da transmissão automática de 6 marchas, contará com uma caixa manual de 5 marchas, repetindo a mecânica usada nas demais versões do compacto por lá.

A mudança de transmissão do Chevrolet Onix RS para a Argentina é bem curiosa. O hatch é vendido por lá com o câmbio manual de 5 marchas ao invés da caixa manual de 6 posições como no Brasil e, segundo a GM, isso seria por uma questão de custos. Além disso, o compacto tem a caixa automática de 6 marchas para as versões mais caras, o que permitiria ter a mesma mecânica que aqui. Porém, como o modelo esportivado não foi feito para ser a opção topo de linha, e precisou ser manual para ficar abaixo da versão Premier II, a única automática da linha na Argentina. Vale lembrar que os argentinos ainda compram mais carros com câmbio manual do que os brasileiros.

Galeria: Chevrolet Onix RS 2021 (Brasil)

De acordo com a General Motors, o Onix RS com câmbio manual de 5 marchas acelera de 0 a 100 km/h em 10,1 segundos, ou 0,3 s menos do que a versão brasileira automática. Esta é a única alteração na parte mecânica do hatch, já que utiliza o mesmo motor 1.0 turbo de 116 cv e 16,8 kgfm de torque.

Como o lançamento do Onix RS acontecerá no final do 1º trimestre por lá, o preço oficial ainda não foi revelado. Com posicionamento abaixo do Onix Premier II com transmissão automática, o esportivado deve custar menos de 1.951.900 pesos (cerca de R$ 120.822), preço da opção topo de linha do hatch.

O comunicado enviado para a imprensa argentina reforça uma informação já revelada pela GM, dizendo que o Onix foi escolhido “para inaugurar a versão RS que logo será incorporada em outros modelos da marca e que serão lançados em um futuro próximo.” Um dos candidatos mais fortes é o Equinox reestilizado, que mostrou uma variante RS quando foi apresentado no início de 2020 nos EUA – mas que acabou atrasando e será lançado somente neste ano. Outro modelo que pode receber uma variante esportivada é o Tracker, pois o SUV compacto ainda não tem nenhuma configuração especial.

Envie seu flagra! flagra@motor1.com