A essa velocidade, o crossover pulou, acertou um dos cones e ainda errou a saída da manobra

Lançado neste ano na Europa, o Volkswagen Tiguan 2021 trouxe um design atualizado e novas tecnologias. Por conta disso, agora foi para as pistas fazer o temido teste do alce, que imita uma situação na qual o motorista precisa desviar de um obstáculo em uma manobra de zigue-zague. Em um primeiro momento, o SUV médio parecia ter ido bem, mas a história não é bem assim.

Como o vídeo acima mostra, o primeiro teste do Volkswagen Tiguan 2021 foi feito a 75 km/h e o SUV se comportou bem. Os comentários dizem que o controle de estabilidade reduziu muito a velocidade do carro, principalmente no último trecho da zona de cones. Logo no começo, o modelo bate no primeiro cone antes de fazer a manobra, mas parece ter sido um erro de posicionamento na hora de entrar no corredor, tanto que o deslize foi desconsiderado.

Galeria: Volkswagen Tiguan 2022 (Europa)

O resultado continuou bom ao elevar a velocidade para 77 km/h, considerada a melhor avaliação feita pela equipe. O Tiguan conseguiu manter-se estável na manobra, mesmo que a suspensão tenha pulado consideravelmente. O controle de estabilidade atuou da mesma forma, reduzindo a velocidade do carro. Um detalhe interessante é que a carroceria quase não se mexe, apesar da forma como a suspensão agiu.

Mas o jogo mudou a 78 km/h. Bastou colocar mais 1 km/h para que o SUV médio perdesse o controle, acertando um dos cones e errasse a saída do teste. Além disso, a suspensão pulou tanto que as rodas chegaram a sair do chão por alguns segundos diversas vezes. Em resumo, o carro teria desviado do alce, mas teria saído da estrada...

No último teste,  o de slalom, os pilotos disseram que o ESC novamente atuou de forma agressiva, cortando muito a velocidade. Isso faz com que o motorista perceba a falta de suavidade do carro. Ao menos ele não acertou nenhum cone e manteve-se estável o tempo todo.

A versão do Volkswagen Tiguan usada na prova foi a equipada com motor 1.5 TSI de 150 cv e transmissão automatizada de dupla embreagem DSG de 7 marchas, motorização que não está disponível no Brasil. Por aqui, a estreia do Tiguan reestilizado é esperada para o ano que vem, quando o modelo produzido no México finalmente será atualizado.

Envie seu flagra! flagra@motor1.com