Roadster foi o primeiro BMW produzido em uma fábrica da marca fora da Alemanha

A BMW comemora 25 anos de lançamento do icônico Z3, roadster que chegou ao mercado em novembro de 1995 e é lembrado até hoje como um dos mais estilosos do segmento. Entre outros diferenciais, o modelo foi o primeiro BMW construído em uma fábrica do grupo fora da Alemanha, na planta de Spartanburg, nos Estados Unidos.

Ao todo, o esportivo teve 297.087 unidades fabricadas e uma delas ganhou os cinemas da época no 17° filme da saga 007 - "GoldenEye". O exemplar foi destaque ao lado do personagem James Bond, interpretado pelo ator Pierce Brosnan, e hoje integra o acervo do museu da BMW em Munique. O sucesso foi tanto que a BMW produziu até mesmo uma série especial alusiva ao filme.

Galeria: BMW Z3 - 25 anos

O Z3 foi desenvolvido para suceder o lendário BMW 507 dos anos 1950 e apostava em características como capô longo, traseira curta e posição de direção mais recuada. As linhas da carroceria foram assinadas por Joji Nagashima, também responsável por criações de peso como os modelos Série 5 e Série 3 da época. O design chamava atenção por combinar formas modernas e ousadas com detalhes clássicos, como as guelras laterais.

Mecanicamente, o Z3 foi inicialmente equipado com motores de 4 cilindros de 115 cv e 143 cv. Em abril de 1997, chegou ao portfólio conhecido 2.8 de 6 cilindros em linha com 193 cv e, posteriormente, o 3.2 de 321 cv responsável por equipar o Z3 Roadster M.

Em 1999, foram adicionado à gama os propulsores 1.9 de 117 cv, 2.0 6 cilindros de 150 cv, 2.2 6 cilindros de 170 cv e 3.0 6 cilindros com 231 ou 325 cv (versão M). Neste mesmo ano - já com mais de 170 mil unidades vendidas - o Z3 foi reestilizado e ganhou traseira mais musculosa, novas lanternas e um faróis com detalhes cromados.

Galeria: BMW Z3 Coupé

Na história do modelo, também ganhou destaque o lançamento da versão Coupé, comercializada sempre com motores de 6 cilindros: 2.8i com 193 cv, 3.0i com 231 cv e as variantes M com 321 cv e 325 cv. Houve também o Z3 M V12, equipado com motor V12 de 326 cv e construído para testar a capacidade do compartimento do motor.

O Z3 deixou de ser produzido em 28 de junho de 2002, quando a última unidade saiu das linhas de montagem de Spartanburg - foi substituído pelo Z4. Este mesmo exemplar está até hoje em exibição no museu da marca.

Fotos: Divulgação