Superesportivas ficaram menos poluentes, mas ainda entregam mais de 200 cv

A Kawasaki domina o campeonato WorldSBK desde 2015, com seis títulos consecutivos para a Ninja ZX-10RR guiada por Jonathan Rea. Mas chegou a hora de atualizar sua principal superesportiva, para se adequar às novas normas de emissão na Europa. Assim surge a linha 2021 da Ninja ZX-10R e da ZX-10RR.

Todo o feedback da Kawasaki Racing Team foi levado para a Ninja ZX-10R. O motor atualizado tem válvulas controladas eletronicamente, um radiador de óleo refrigerado a ar e, é claro, sistema de escapamento que cumpre as regras do Euro 5. O motor 998 cc 16V de quatro cilindros manteve os 200 cv a 13.200 rpm, mas emite menos gases poluentes, e agora o câmbio tem nova relação de marchas. Com uma linha direta entre a caixa de direção e o eixo traseiro, o chassi atualizado melhora a dinâmica nas curvas. Já a balança mais longa e o garfo maior oferecem mais estabilidade.

2021 Ninja ZX-10R & ZX10-RR - Chassis

Além das revisões mecânicas, a nova Ninja recebe uma série de assistentes de condução. Além do controle de largada, ABS, quick shifter, controle de tração e freio-motor, a ZX-10R adota controle de cruzeiro e um seletor com sete modos de condução, sendo três pré-definidos e quatro personalizáveis. Fechando as melhorias eletrônicas está o painel com tela TFT de 4,3" com conexão Bluetooth e compatível com o aplicativo Rideology.

external_image

O sistema de freios mudou pouco, recebendo novas pastilhas e uma nova posição para o reservatório do freio traseiro. A suspensão desenvolvida pela KRT foi feita para levar a Ninja para as pistas. O garfo telescópico Showa Balance Free Fork trazem uma mola de curso mais curto, enquanto os amortecedores estão mais firmes na compressão e mais suaves na extensão. Todos estes ajustes transferem o peso com mais eficiência.

2021 Ninja ZX-10R & ZX10-RR - Brakes

Claro, a ZX-10R 2021 também se beneficia da nova carenagem revelada no teste da WorldSBK, enquanto os faróis de LED fazem com que possa ser usada nas ruas. Pesando 205 kg (sem ABS) e 207 kg (com ABS), a superesportiva custa US$ 16.399 nos EUA (R$ 88.259) na versão normal, subindo para US$ 16.699 (R$ 89.874) na variante KRT. Adicionar os freios ABS fazem com que o preço suba mais US$ 1.000 (R$ 5.382).

2021 Ninja ZX-10R KRT Edition
2021 Ninja ZX-10R  - Metallic Spark Black
2021 Ninja ZX10-RR

Ainda mais próxima da moto do WorldSBK, a Ninja ZX-10RR se diferencia da ZX-10R por uma revisão do eixo de comando de válvulas, e mudanças nas válvulas de admissão e escape. A Kawasaki também adicionou pistões de titânio. As mudanças aumentam o limite de giro da RR, mas a diferença na potência é bem pequena, subindo para 201 cv a 14.000 rpm.

external_image

Apesar do uso de materiais leves e das rodas Machesini forjadas com pneus Pirelli Diablo Supercorsa SP, a Ninja RR ainda pesa 207 kg. Os fãs da pintura verde clássica da Kawasaki ficarão felizes em saber que a ZX-10RR será vendida somente nessa cor. O preço nos EUA é de US$ 28.999 (R$ 156.159), o que são US$ 12.600 (R$ 67.851) a mais do que a ZX-10R.

Envie seu flagra! flagra@motor1.com