Fotos mostram SUV médio reestilizado na montagem do estande da mostra de Guangzhou, na China

Se alguém ainda tinha dúvidas de que o Jeep Compass 2022 seria realmente aquele que apareceu em fotos de registro na China, agora não há mais motivos para duvidar: o SUV reestilizado apareceu novamente, desta vez durante a montagem do estande da Jeep no Salão de Guangzhou (China), que abrirá as portas no dia 22 de novembro, confirmando o design que vimos na semana passada. O lançamento no Brasil acontecerá no 1º semestre de 2021.

As fotos mostram o Jeep Compass 2022 sendo manobrado e posicionado no estande da GAC FCA, joint venture da Fiat-Chrysler com a chinesa GAC. Podemos ver a frente alterada do SUV médio, com uma nova entrada de ar central entre a grade superior e o para-choque, formando uma peça horizontal que termina nos faróis de neblina. Os faróis full-LED ficaram mais finos e alongados, além de receberem um feixe de LED para iluminação diurna na parte superior. A grade também foi levemente modificada, com novo acabamento interno cromado.

Galeria: Jeep Compass 2022 - Fotos vazadas na China

A mesma imagem que mostra o Compass 2022 tem um detalhe que já notamos no registro do carro: a central multimídia “flutuante” no painel. É possível ver a parte superior da tela dentro do veículo, algo que também apareceu nos primeiros flagras. Podemos esperar também por um painel de instrumentos totalmente digital para as versões mais caras, um novo desenho para o console central e volante atualizado.

Os documentos do governo chinês revelam que as dimensões serão quase as mesmas. Dependendo da versão, o comprimento fica entre 4,415 metros e 4,424 m, enquanto a altura é de 1,650 m ou 1,663 m. O entre-eixos é de 2,636 m e a largura tem 1,819 m, ou seja, segue como no modelo atual. O porta-malas deve manter a capacidade para 410 litros.

O Jeep Compass 2022 será um dos primeiros carros da Fiat-Chrysler a adotar o novo motor 1.3 turbo, baseado no 1.3 Firefly usado por Argo e Cronos. Na China, terá 173 cv, enquanto no Brasil é esperado que tenha cerca de 180 cv com etanol. Um dos mistérios é sobre qual será a transmissão automática a ser usada. O modelo europeu adotou uma caixa automatizada de dupla embreagem, mas para o nosso mercado a aposta deve ser uma CVT. Também espere por uma atualização para o motor 2.0 turbodiesel.