Acendimento automático dos faróis é item de série em todas as versões

Enquanto não chega a nova geração, o Honda City 2021 recebe mudanças nos pacotes de equipamentos. Em comum, todas as versões agora trazem o acendimento automático dos faróis (ou sensor de luminosidade), além da regulagem elétrica de altura dos mesmos. Porém, ficou faltando mais uma vez os controles de tração e estabilidade...

Mas vamos falar versão por versão. A LX agora tem o sistema multimídia com tela de 7" e espelhamento de smartphones que estava disponível apenas a partir da EX na linha 2020. Junto, recebe a câmera de ré com três ângulos de imagem, além dos tweeters nas colunas A, totalizando seis auto-falantes. Tanto a LX quanto Personal e DX, variantes mais baratas, agora tem o porta-revistas no encosto do banco do passageiro dianteiro. Já a EXL recebe o retrovisor interno fotocrômico. Veja os preços, que subiram até R$ 3.800.

Tabela de preços Honda City 2021

MODELO PREÇO
Honda City DX 1.5 MT R$ 67.800
Honda City Personal 1.5 CVT R$ 68.190
Honda City LX 1.5 CVT R$ 82.100
Honda City EX 1.5 CVT R$ 87.400
Honda City EXL 1.5 CVT R$ 93.100

 

A mecânica segue sem mudanças. É o motor 1.5 aspirado com 116 cv e 15,3 kgfm de torque ligado ao câmbio manual de 5 marchas (DX) ou o CVT com a opção de trocas manuais com simulação de 7 marchas a partir da EX. 

 

O Honda City é o único da marca no Brasil sem os controles de tração e estabilidade e o assistente de partida em rampas. É curioso, pois divide a plataforma com Fit e WR-V, que tem o equipamentos de segurança. Dependendo da versão, o City tem de dois a seis airbags. Uma nova geração é esperada para 2021, o que pode explicar a ausência. 

Galeria: Honda City 2021