Hatch chegará a 10 mil unidades produzidas em novembro

Com produção na Argentina, o novo Peugeot 208 deu o fôlego esperado para a linha de El Palomar. Graças ao novo hatch, a planta anunciou a abertura de um segundo turno por conta do aumento da demanda pela novidade, incluindo trabalho aos sábados. Além do 208, a planta é responsável pela produção dos Peugeot 308, 408 e Partner, e dos Citroën Berlingo e C4 Lounge.

O anúncio da abertura do segundo turno aconteceu durante a visita do Secretário da Indústria da Argentina, Ariel Shale. Ao mesmo tempo, a marca francesa aproveitou para divulgar que irá produzir a unidade 10 mil do novo Peugeot 208 ainda em novembro. De lá, ele abastece o mercado local, o brasileiro e o uruguaio.

Na Argentina, o Peugeot 208 já é líder do seu segmento com 25% de participação em setembro. No Brasil, ele foi lançado em setembro e, em outubro, no Uruguai. "Estamos muito orgulhosos de acompanhar o Grupo PSA neste momento importante, que reflete a capacidade que a indústria argentina, seus trabalhadores, representantes sociais e toda a cadeia possuem de valor. Desta maneira, afirmamos que estamos percorrendo o caminho correto, focados no desenvolvimento da indústria, o emprego e a capacidade de nossa Argentina", disse Ariel. 

 

O Peugeot 208 é o primeiro com a plataforma CMP no Mercosul. A mesma base ainda dará origem a outros modelos tanto na Argentina quanto no Brasil, que já recebe investimentos na planta de Porto Real (RJ) para fazer, principalmente, uma nova família de compactos da Citroën que está sendo desenvolvida para a região e incluirá hatch, sedã e crossover.

Galeria: Novo Peugeot 208 em El Palomar