Facelift dará ao SUV novos elementos na dianteira e interior todo reformulado

Principal lançamento da FCA no Brasil no 1º semestre do ano que vem, o reestilizado Jeep Compass 2022 sai da toca para realizar as últimas etapas do desenvolvimento antes da estreia. Conforme adiantam as imagens deste flagra, captadas nos arredores da fábrica de Goiana (PE) e publicadas pelos colegas do Carangos PB, o facelift incluirá novo desenho para o conjunto frontal e leves retoques na traseira.

Pelo que já é possível notar, a grade será remodelada, o para-choque ganhará novas entradas de ar e molduras para as luzes de neblina, ao passo que os faróis terão novo arranjo de luzes. A traseira também terá lanternas com nova disposição interna de elementos e sutis alterações no formato do para-choque. Completarão o conjunto rodas com novas opções de desenho.

 

Já por dentro, as mudanças serão bem mais significativas. No painel, a central multimídia ficará significativamente maior (saltará das atuais 8,4 para 10,1 ou 12,3 polegadas) e será do tipo tablet, com ângulo de visão otimizado para o motorista. Além disso, passará a rodar o sistema de entretenimento UConnect5 e contará com diversos botões de atalho na base.

Entre os novos recursos de conectividade, destaque para compatibilidade com Android Auto e Apple CarPlay sem fio e até integração com o Amazon Alexa. A nova posição da central também implicará em mudanças no console, que ficará mais alto e com comandos mais acessíveis. Haverá ainda novo volante (o mesmo que estará presente nos próximos lançamentos da Jeep) e botões do sistema de ar-condicionado reposicionados. 

Há expectativa ainda para que as versões mais cara do Compass 2022 tenham suporte para carregamento sem fio de smartphones, quadro de instrumentos 100% digital (hoje ainda tem velocímetro e conta-giros analógicos) e iluminação da cabine em LED.

Jeep Compass 2022 - Novo flagra

Sob o capô, o grande destaque ficará por conta do novo motor 1.3 turbo, já oferecido no Compass europeu e que no Brasil substituirá o atual 2.0 aspirado. Será flex e renderá por volta de 180 cv, devendo vir associado à uma nova transmissão automática do tipo CVT. No topo da gama, o propulsor 2.0 turbodiesel de 170 cv receberá alterações para ficar mais potente - neste caso com transmissão automática de 9 marchas e tração 4x4. O lançamento é aguardado para a primeira metade de 2021, já como linha 2022.