Durante entrevista, executivo da marca deixou escapar que novo SUV deve ser a base do novo modelo

A picape Hyundai Santa Cruz deverá ser baseada no novo Tucson, recém-revelado. Em uma conversa com membros da mídia automotiva global logo após o lançamento do SUV, o Gerente de Produtos Global da Hyundai Motor Group, Lorenz Glaab, disse que a Santa Cruz pode dividir a plataforma com o crossover.

Procuramos a Hyundai para esclarecer e a companhia não confirmou esta informação até o momento. Porém, temos que ter cautela com a resposta de Glaab, já que a informação veio logo após o questionamento de um jornalista da Austrália se a picape dividiria algo com o novo Tucson. 

Não sabemos exatamente o quanto essa plataforma terá em comum entre os dois modelos, ou se ele estava falando dos motores do SUV - 2.5 aspirado e 1.6 turbo híbrido. Mesmo assim, se a informação estiver certa, acreditamos que a Santa Cruz será menor que o esperado anteriormente. 

Os primeiros rumores de que eles seriam similares apareceram em julho, já que em maio se falava bastante sobre a picape ser baseada ou no Palisade ou no Santa Fe, de olho em modelos maiores como a Chevrolet Colorado (prima da S10) e Honda Ridgeline. O que aumentou essa suspeita foi a produção da Santa Cruz na fábrica do Alabama, ao lado do Santa Fe. Com o comentário de Glaab, podemos acreditar que o Tucson seja produzido por lá também. 

Galeria: Picape Hyundai Santa Cruz - Novo flagra

Como versão picape do Tucson, acreditamos que a Santa Cruz será uma concorrente mais para a Ford Maverick (anti-Toro da marca americana) que para Ranger. Como a Maverick, a Santa Cruz estará de olho em família jovens e aventureiras, com carroceria monobloco. Se seguir o Tucson, terá bastante tecnologia, inclusive com a comunicação carro para carro, painel de instrumentos digital e uma grande tela de 10,3" central.