Versão topo de linha Hybrid Premium encosta nos R$ 150 mil

Clientes Toyota interessados em fechar negócio no sedã Corolla não devem se surpreender ao encontrar preços mais altos em todas as concessionárias do Brasil. Em mais uma onda de reajustes (a quarta praticada desde o início do ano), o modelo ficou mais caro em todas as versões, com aumentos que variam de R$ 2.200 a R$ 3.000. A partir de agora, a gama começa em R$ 110.190 e alcança até R$ 148.390.

Assim como nos aumentos promovidos anteriormente, não há alterações de conteúdo ou equipamentos. A gama segue composta pelas variantes GLi, XEi, Altis Premium, Hybrid e Hybrid Premium. A garantia de fábrica é de 5 anos para o Corolla tradicional e 8 anos para o sistema híbrido das versões eletrificadas.

Galeria: Toyota Corolla 2020 (BR)

Mecanicamente, segue equipado nas versões aspiradas com motor 2.0 aspirado de 177 cv e 21,4 kgfm de torque, sempre associado ao câmbio automático do tipo CVT que simula 10 marchas (1ª mecânica). Nas híbridas, o conjunto é formado pela união do motor 1.8 aspirado de 101 cv com um propulsor elétrico de 72 cv. A transmissão neste caso é CVT convencional com o motor elétrico acoplado.

Modelo Preço atual Preço anterior Aumento
GLi 2.0 Flex CVT-10 R$ 110.190 R$107.990 R$2.200
XEi 2.0 Flex CVT-10 R$ 121.690 R$119.290 R$2.400
Altis Premium 2.0 Flex CVT-10 R$ 140.690 R$137.890 R$2.800
Hybrid R$ 140.690 R$137.890 R$2.800
Hybrid Premium R$ 148.390 R$145.390 R$3.000

Fotos: Divulgação