Nova data fará com que EUA tenha três grandes eventos em sequência, junto com Nova York e Detroit

A pandemia de Covid-19 continua a afetar o mundo todo e obrigou o adiamento de mais um evento. Desta vez, o Salão de Los Angeles deste ano acabou cancelado, pelo que diz o site Automotive News, citando três fontes diferentes para afirmar que a feira, que deveria acontecer na segunda quinzena de novembro, acabou adiado para os dias 21 a 31 de maio  de 2021. A fabricante ainda não confirmou a informação, o que deve acontecer ao longo desta semana.

Se esta mudança for confirmada, isso fará com que os Estados Unidos tenham três dos seus principais eventos acontecendo em sequência, com o Salão de Nova York em abril, Los Angeles em maio e Detroit em junho. E isto pode virar um problema, como o Automotive News aponta, já que as fabricantes terão que preparar novidades para todos eles sem um intervalo muito grande.

Los Angeles é apenas mais um na longa lista de eventos cancelados por causa da pandemia. Só nos EUA, vimos Nova York e Detroit serem deixados de lado - em ambos os casos, os locais das feiras viraram hospitais temporários. Na Europa, o Salão de Paris também acabou cancelado, embora a organização estude uma forma diferente de fazê-lo. O único evento do tipo que ainda deve acontecer é o Salão de Pequim, que foi adiado de abril para o final de setembro.

Apesar disso, as fabricantes continuam a mostrar novos veículos com apresentações online dedicadas, como vimos nessa semana com o Mercedes-Benz Classe S e como será com o Jeep Grand Wagoneer e o novo Nissan Z. Até mesmo no Brasil vimos diversos eventos assim, como os novos Chervrolet Tracker e S10, Fiat Strada, Mitsubishi L200 Triton Sport, Peugeot 208, Volkswagen Nivus e tantos outros.

Como o desenvolvimento de vacinas ainda está caminhando, e considerando o tempo necessário para produzir o suficiente para imunizar grande parte da população, podemos ver um reflexo sobre o Salão do Automóvel de São Paulo. A edição deste ano já havia sido cancelada por outros motivos antes da pandemia, mas a organização prometia realizar a feira em 2021.