Ao contrário do Brasil, não há opção de motores turbo, seja 1.0 ou 1.4

A Volkswagen acaba de anunciar na Argentina o lançamento local da linha 2021 do T-Cross com algumas novidades. Produzido no Brasil, o SUV recebe atualizações na lista de itens de série e passa a oferecer o sistema multimídia Composition Touch como equipamento padrão na variante de entrada Trendline Manual. A central tem tela de 6,5 polegadas e integração com Apple CarPlay e Android Auto.

Falando em versões, foram promovidas também alterações na composição do catálogo. Nesse sentido, saem de cena as variantes Comfortline Manual, Style Edition Tiptronic e Hero Tiptronic - todas oferecidas no país há cerca de um ano. A gama passa a ser composta pelos acabamentos Trendline Manual, Comfortline Tiptronic e Highline Tiptronic (que ganha rodas com novo desenho).

Galeria: VW T-Cross 2021

Mecanicamente, segue em oferta sem qualquer alteração o conhecido motor 1.6 MSI, que lá consome apenas gasolina e entrega 110 cv de potência e 15,8 kgfm de torque. O câmbio pode ser manual de 5 marchas ou automático de 6 posições. Ao contrário do que acontece no modelo vendido no Brasil, não há opção de motores turbo, seja 1.0 ou 1.4 - o Nivus terá o 1.0 TSI por lá abastecido somente a gasolina, devendo chegar posteriormente ao T-Cross.

Os preços por lá variam entre 1.576.050 pesos e 1.941.000 pesos - cerca de R$ 114.830 e R$ 141.420, respectivamente, numa conversão direta. A garantia é de 3 anos ou 100 mil km.

Fotos: Divulgação