Depois de lançar as motos de três rodas Niken e Tricity, marca promete revolucionar a mobilidade urbana até 2030

A Yamaha tem brincado muito com novas ideias nos últimos anos, como a moto Niken e o scooter Tricity, ambos com três rodas. A marca apresentou o Tricity 300 para o mercado indiano e disse que isso é só o começo de suas experiências com as plataformas de três rodas para motos.

Takuya Kinoshita, gerente-geral de operações de motos da Yamaha, ao lado de Daisuke Asano, chefe da divisão da tecnologia de três rodas, falaram um pouco mais sobre o assunto. Sim, a Yamaha criou uma divisão específica para desenvolver motos de três rodas, o que mostra o quão comprometida a empresa está com este tipo de veículo.

Galeria: Yamaha Niken

Para a fabricante, motos de três rodas são uma maneira de aumentar ainda mais a vendas de scooters em diversos mercados, segmento que já vem crescendo muito mundialmente. Isso porque este tipo de moto é mais amigável para novatos, atraindo o público que está procurando por uma fora de fugir do transporte público. E entre as tecnologias em desenvolvimento para estas motos está um sistema que impede que a moto caia, uma grande ajuda aos motociclistas inexperientes que adotarem estes scooters.

A Yamaha não é a primeira empresa a investigar este tipo de tecnologia. A Honda desenvolvei um sistema chamado Riding Assist-E, que mantém a moto equilibrada em velocidades baixas ou enquanto estiver parada. A BMW testou algo semelhante por um tempo. Até algumas empresas de peças, como a Tilting Motor Works, chegaram a brincar com algo assim. Porém, ninguém mergulhou de cabeça como a Yamaha para transformar essa tecnologia em algo real.

Galeria: Yamaha Tricity 300

Kinoshita promete que, daqui até 2030, a Yamaha irá investir muito em inovações e que o resultado serão veículos que irão transformar a mobilidade como conhecemos sem as restrições da tecnologia atual. Considerando o quanto estão pensando fora da caixa até o momento, não duvidamos que a fabricante japonesa irá aparecer com algo bem interessante nos próximos anos.

Fotos: divulgação