Para não passar do limite de R$ 70 mil, modelo destinado ao público PCD teve que abrir mão de alguns itens

Para não perder as vendas diretas para PCD (pessoas com deficiência), a Volkswagen já lança a versão 2021 do VW T-Cross Sense, versão específica para este público. O preço continua em R$ 69.990, para ter acesso ao máximo de isenções possíveis (IPI e ICMS). No entanto, quem comprar o crossover compacto agora terá de se contentar em ter o modelo sem a central multimídia Composition Touch e as rodas de liga leve de 16”, pois os itens não são mais de série nesta configuração, passando a fazer parte dos pacotes opcionais.

A mudança acontece para manter o Volkswagen T-Cross Sense abaixo do valor de R$ 70 mil, retirando a multimídia e as rodas de liga leve para reduzir o custo total do modelo. Seu único equipamento novo é o ajuste de altura para os faróis dianteiros. Segue com seis airbags (frontais, laterais e de cortina), ar-condicionado, controle de estabilidade e tração, assistente de partida em rampas, bloqueio eletrônico do diferencial, iluminação diurna em LED, direção elétrica, Isofix, faróis de neblina e mais.

Galeria: Volkswagen T-Cross Sense 2021

Quem quiser o carro com a multimídia Composition Touch terá que comprar o veículo com o pacote Tech, que adiciona também câmera de ré e os emblemas T-Cross e 200 TSI na carroceria (sim, até isso foi retirado). Há também o pacote Essential, com sensor de estacionamento, tampão do porta-malas, jogo de tapetes e soleira de alumínio; e o Style, que traz rodas de liga leve de 16”, parafuso anti furto e capas dos parafusos das rodas.

A mecânica segue a mesma, com o 1.0 turbo de três cilindros que entrega 128 cv a 5.500 rpm e 20,4 kgfm de torque máximo entre 2.000 rpm e 3.500 rpm. A transmissão é automática de 6 marchas, entregando a força nas rodas dianteiras.

Deixar o Volkswagen T-Cross Sense longe das lojas por mais tempo seria um problema para a marca, pois esta versão ajudou o SUV compacto a conquistar a liderança do mercado brasileiro em julho. No mês passado, 79,56% das 10.211 unidades emplacadas do carro foram para vendas diretas, mostrando que ele está sendo muito procurado na modalidade.

Fotos: divulgação