Subcomacto lidera segmento com 49% de participação no acumulado de 2020

O Renault comemora nesta semana no Brasil o terceiro aniversário lançamento do Kwid no mercado nacional. Posicionado como carro de entrada da marca no país, o modelo já emplacou ao longo desse período mais de 204 mil exemplares e registra posição como uma das principais opções do segmento. Atualmente, lidera com folga a categoria e detém participação de 49% levando em conta os números do acumulado de 2020.

Além disso, o modelo também é forte no setor de exportações. Segundo a Renault, a fábrica de São José dos Pinhais, no Paraná, já enviou para fora do Brasil pelo menos 70 mil exemplares ao longo desses três anos. Os principais destinos são Argentina, Paraguai, Uruguai e Venezuela, além de países da África e da América Central.

Galeria: Renault Kwid Outsider 2020

O portfólio é composto atualmente por quatro diferentes versões de acabamento: Life, Zen, Intense e Outsider. Todas têm sob o capô o mesmo motor 1.0 SCe com 3 cilindros, 12 válvulas, duplo comando de válvulas (DOHC) e bloco em alumínio, que entrega potência no etanol de 70 cv (5.500 rpm) e torque de 9,8 kgfm (4.250 rpm). Com gasolina, são 66 cv a 5.500 rpm e 9,4 kgfm a 4.250 rpm.

Na Índia, onde foi originalmente desenvolvido, o Kwid foi recentemente reestilizado e conta com ligeiras mudanças visuais. A dianteira ganhou faróis divididos, grade com formato exclusivo e para-choque com entradas de ar mais amplas, entre outras mudanças. A traseira conta com arranjo inédito nos elementos internos das lanternas, enquanto as laterais trazem novas calotas. Todas essas novidades devem chegar em breve ao modelo brasileiro, possivelmente entre 2021 e 2022.

Fotos: Divulgação