Picape média será lançada no Brasil em 2021 para enfrentar Toyota Hilux

O Grupo PSA irá investir bastante na América do Sul, com a chegada do novo 208 e mais alguns modelos nos próximos anos. Entre eles estará a Peugeot Landtrek, picape média da marca que foi desenvolvida de olho na América do Sul e Ásia. Ela será feita no Uruguai, no complexo de Nordex, que já começou a expansão para poder produzir o modelo e abastecer toda a região. Ela será lançada no Brasil em 2021.

A fábrica de Nordex foi feita no Uruguai em 1962 para diversas fabricantes de carros, trabalhando em montagem por CKD (com peças importadas). Tanto é que ela é usada atualmente tanto pelo Groupo PSA, que faz as vans Citroën Jumpy e Peugeot Expert, quanto pela Kia Motors (que monta o comercial Bongo). A Peugeot Landtrek será a nova adição à linha de montagem uruguaia. O complexo está sendo ampliado e reformado e até os fornecedores da fábrica já confirmam que a picape será feita lá, mesmo que o Grupo PSA ainda não tenha anunciado oficialmente. Fotos da reforma em Nordex foram publicadas pelo site Argentina Autoblog.

Nordex - Fábrica no Uruguai
Nordex - Fábrica no Uruguai

Como já contamos, a Landtrek foi desenvolvida em parceria com a chinesa Changan para alguns mercados específicos. A Changan já vende o modelo com o nome Kaicheng F70, mudando apenas a frente da picape e alguns equipamentos. Ela foi criada usando a Toyota Hilux como referência e tem a missão de conquistar os clientes do modelo japonês.

Será vendida nas versões cabine-chassi, cabine simples e cabine dupla, com 5,33 metros de comprimento, 1,92 m de largura e uma caçamba com capacidade para 1 tonelada – a versão de cabine simples tem 5,39 m e 1,2 tonelada de capacidade. A Peugeot fez questão de marcar todos os itens que uma picape deste segmento deve ter, com tração 4x4 com reduzida e diferencial traseiro blocante.

No mercado global, ela será oferecida com os motores 2.4 turbo a gasolina de 210 cv e 32,6 kgfm, enquanto a opção turbodiesel é a 1.9 de 150 cv e 35,7 kgfm. As transmissões serão a manual de 6 marchas e automática, também de 6 posições, mas oferecida somente para a variante a gasolina. Ainda não sabemos se estes motores serão usados também pela versão latina, já que nenhum deles é usado na região. Alguns rumores falam que o 1.9 turbodiesel pode ser substituído pelo 2.0 turbodiesel da van Peugeot Boxer.

Galeria: Peugeot Landtrek 2020

Ela virá bem equipada nas versões mais caras, com itens como ar-condicionado digital de duas zonas, seis airbags, controle de estabilidade e tração, assistente de descida, alerta de saída de faixa, faróis e lanternas em LED, câmera off-road do lado do passageiro e até quatro câmeras, com visão 360° na versão mais cara.

O lançamento da Peugeot Landtrek acontecerá em duas fases. Ela começará a ser vendida primeiro no Equador, Guatemala, México, Panamá, Paraguai, Peru, República Dominicana e Uruguai até o final do ano. Em 2021 será a vez do Brasil, junto com Argentina em Chile, na segunda fase da estratégia de lançamento. Preços ainda não foram revelados, mas espere por algo próximo do que é praticado pela Toyota Hilux.