Picape mais potente do mundo, versão esportiva tem motor 6.2 V8 de 712 cv e chega a 100 km/h em menos de 5 segundos

Apresentada na última segunda-feira (17), a Ram 1500 TRX parece ter conquistado os clientes norte-americanos. A fabricante norte-americana iniciou a pré-venda da picape esportiva na versão Launch Edition, que teve 702 unidades, e esgotou os exemplares em cerca de três horas. Esta configuração era vendida por US$ 92.010 (R$ 511.023), um valor bem caro até mesmo para os Estados Unidos.

Na versão Launch Edition, a Ram 1500 TRX traz uma pintura exclusiva no tom cinza Anvil, head-up display, rodas especiais preparadas para usar beadlocks, sistema de som Harman-Kardon com 19 alto-falantes e grafismos pela carroceria. O interior tem console central com alumínio escovado e detalhes em vermelho, além de um emblema de identificação da versão especial. São 702 unidades em alusão aos 702 hp de potência.

Galeria: Ram 1500 TRX 2021

Como é baseada na versão topo de linha com o pacote de equipamentos TR2, o mais completo, esta configuração traz equipamentos como controle de cruzeiro adaptativo, assistente de permanência em faixa, bancos dianteiros e traseiros com aquecimento e ventilação, acabamento em couro e camurça, retrovisor digital, compartimento sob os bancos traseiros, iluminação na caçamba e muito mais. Normalmente, essa versão custaria mais de US$ 100 mil (R$ 555.400).

A picape de produção mais potente do mundo, a 1500 TRX utiliza o conhecido motor 6.2 V8 Hellcat da Fiat-Chrysler, na versão de 712 cv 89,8 kgfm. São números impressionantes e que fazem com que ela acelere de 0 a 96 km/h (60 mi/h) em 4,5 segundos, com velocidade máxima de 190 km/h. Claro, para acompanhar a potência, ela teve que ser modificada de diversas maneiras, como com um novo sistema de indução de ar, adoção de pneus de 35 polegadas, nova suspensão. amortecedores adaptativos e caixa de transferência.

Ram 1500 TRX 2021
Ram 1500 TRX 2021

A Fiat-Chrysler já começou a confirmar a Ram 1500 TRX para outros mercados além do norte-americano. Recentemente a marca disse que irá vendê-la também na Europa a partir de dezembro deste ano. Ainda não há confirmação se ela tem chances de vir ao Brasil. Caso ela venha, isso só aconteceria após o lançamento das versões normais da picape, que era prometida para o 2º semestre deste ano.

Fotos: divulgação