Nova geração ficou mais tecnológica e agora mescla elementos de SUV no design

Depois da apresentação inicial ocorrida em julho, a Kia finalmente divulga nesta semana todos os detalhes a respeito da nova geração da minivan Carnival. Chamada em alguns mercados de Sedona, a minivan passou por uma reformulação completa e rompeu esteticamente com tudo o que remetia à linhagem anterior. Adotou linhas mais agressivas e detalhes inspirados em SUVs, incluindo teto alto e carroceria mais angulada.

Internamente, o destaque vai para a adoção de materiais mais refinados no acabamento, ergonomia otimizada e ainda mais tecnologia embarcada. No painel, chama atenção o quadro de instrumentos digital de 12,3 polegadas interligado à central multimídia com tela de igual medida, formando um layout parecido com o dos modelos mais recentes da Mercedes-Benz.

Galeria: Kia Carnival 2021

No console, a alavanca de câmbio tradicional foi substituída por um botão giratório com tecnologia turn-by-wire, no qual os controles eletrônicos fazem todo o trabalho e não há necessidade de ligação mecânica entre a alavanca e a transmissão. Chama atenção ainda o nível de refinamento geral, com mescla de materiais e texturas, além da variedade de porta-objetos e nichos de armazenamento.

A minivan será oferecida em versões com capacidade para 7, 9 ou 11 passageiros - divididos em três ou quatro fileiras de assentos. Dependendo da configuração serão oferecidos recursos como bancos tipo poltrona com mecanismo reclinável (incluindo encostos e apoios de pernas ajustáveis), carregadores USB instalados na parte de trás dos assentos, redes de armazenamento, gaveta e bandeja embutida.

2021 Kia Sedona/Carnaval

As medidas gerais são de 5,15 metros de comprimento, 1,99 m de largura e 3,09 metros de distância entre-eixos. Sob o capô, consumidores da Coreia do Sul poderão escolher entre três opções de motorização: 3.5 V6 GDI com injeção direta de 294 cv, 3.5 V6 MPI de 271 cv e 2.2 turbodiesel de 202 cv. Em todos os casos a transmissão é automática de 8 marchas. 

No campo tecnológico, a marca ressalta a presença de itens como assistente de faixa, detector de pontos cegos e sistema anti-colisão frontal com detecção de carros, ciclistas e pedestres. Há ainda direção semi-autônoma Nível 2 e o dispositivo Safe Exit Assist, que evita que as portas traseiras deslizantes se abram caso um carro esteja se aproximando por trás. No pior dos cenários, após uma colisão, a frenagem automática é ativada para diminuir a gravidade de um possível segundo impacto.

As vendas no mercado sul-coreano serão iniciadas no último trimestre. No Brasil, apesar da tímida participação no mercado, a Kia sempre ofereceu a Carnival. Se a estratégia for mantida, a minivan deve desembarcar por aqui em algum momento de 2021.

Fotos: Divulgação