Modelo será ofertado na Argentina, mas, e no Brasil?

Desde que anunciou o novo 208 produzido em El Palomar, na Argentina, a Peugeot havia confirmado somente uma motorização para o hatch: o velho 1.6 aspirado EC5, que poderá vir ligado ao câmbio manual de 5 marchas ou automático de 6 posições - a versão elétrica 208 e-GT será importada da França. Mas parece que vem surpresa por aí...

O antigo 208 nacional usava o ótimo motor 1.2 flex de 3 cilindros e 90 cv nas versões de entrada, mas a Peugeot disse que esse propulsor havia ficado caro demais por vir importado. Pois eis que os concessionários argentinos deram a letra de que esse propulsor será, sim, usado no novo 208: vai equipar a versão de entrada Like 1.2, sempre com câmbio manual de 5 marchas.

A dica foi publicada pelo Argentina Autoblog, citando um comunicado enviado aos clientes que possuem carta de consórcio do antigo 208 1.6 Active, que serão contemplados com o novo 208 1.2 Like. Isso porque, quando um modelo deixa de ser produzido, ele deve ser substituído por um "similar" nos planos de consórcio, principalmente em termos de preço. 

Não sabemos ainda se o novo 208 1.2 será ofertado somente na Argentina ou se também estará disponível no Brasil. Por aqui, a expectativa é ter a nova geração do hatch apenas no modelo 1.6 com câmbio automático, além do elétrico importado. A resposta deve vir na próxima semana, quando a Peugeot apresentará oficialmente o modelo para a imprensa por aqui. 

Peugeot 208 (pré-série na Argentina)

Havia expectativa que o novo 208 trouxesse o esperado motor 1.2 Pure Tech turbo nas versões topo de linha, mas a Peugeot disse que o custo do propulsor ficou inviável por enquanto. E quanto ao 1.6 THP usado no antigo 208? A marca alegou que não cabe no cofre do 208 novo, projetado originalmente para usar somente blocos de 3 cilindros - o 1.6 aspirado já exigiu adaptações para entrar, segundo a engenharia da empresa. 

Ainda que a Peugeot não tenha pretensão de enfrentar Chevrolet Onix e Hyundai HB20 em termos de volume, a oferta de uma versão de entrada com o motor 1.2 certamente vai ajudar a tornar o novo hatch mais competitivo no mercado nacional.   

Fotos: divulgação e Argentina Autoblog

Galeria: Especial: Novo Peugeot 208 na Argentina